Resenha: Sirena por Margaret Stohl e Kami Garcia

Há algum tempo, antes mesmo de eu escrever para blogs, eu li o primeiro livro da série “Beautiful Creatures”. Na época, foi uma leitura que ao mesmo tempo em que me cativou, não me impulsionou a ler os demais livros da série. Mas ao saber do lançamento de “Sirena” resolvi dar mais uma chance ao universo dos Conjuradores, afinal, a protagonista do livro é ninguém menos que Ridley. Uma das personagens mais badass que eu conheço.

Título: Sirena
Série: Dangerous Creatures
Autoras: Margaret Stohl e Kami Garcia
Editora: Galera Record
Páginas: 280
Ano: 2014
Onde comprar: Saraiva | Submarino
Nessa nova série das autoras de Beautiful Creatures, conhecemos melhor Ridley Duchannes, prima de Lena. Ridley nada tem de heroína de romances açucarados; ela é uma Sirena, e não hesita em usar seus poderes para enfeitiçar o que cruzar seu caminho, sejam Conjuradores das Trevas, Incubus ou Mortais. Desde que sua família lhe virou as costas, só lhe restou a prima e, claro, seu namorado Link. O jovem roqueiro não se importa se o temperamento difícil e nada confiável de Ridley não são as melhores qualidades para se procurar em uma namorada e quando parte para Nova York em busca do sonho de se tornar um rockstar, resolve levá-la junto. Mas logo os dois descobrirão que a cidade que nunca dorme pode ser um lugar perigoso mesmo para uma Sirena rebelde.

Resenha: As Crônicas de Bane por Cassandra Clare

Que Cassandra Clare tem uma imaginação e tanto, todos os seus leitores já sabem. Mas é sempre bacana poder ver como ela consegue se superar e nos surpreender através de detalhes a mais nos seus livros extras. Em “As Crônicas de Bane” a autora escreve em parceria com duas autoras e nos mostra porque Bane é o nosso bruxo favorito.

Título: As Crônicas de Bane
Autoras: Cassandra Clare, Sarah Rees Brennan e Maureen Johnson
Editora: Galera Record
Páginas: 372
Ano: 2014
Onde comprar: Saraiva
Nesta edição ilustrada, são narradas as mais diversas aventuras do feiticeiro imortal Magnus Bane, das aclamadas séries de Cassandra Clare. Entre escapadas no Peru e resgates reais na Revolução Francesa, acompanhe fragmentos da vida do enigmático mago ocorridos em diversos países e períodos históricos, com aparições de figuras conhecidas como Clary, Tessa, Will e Alec, personagens de Os Instrumentos Mortais e As Peças Infernais.

Resenha: Sedução ao Amanhecer por Lisa Kleypas

Sabe quando um personagem é capaz de fazer você ansiar tanto por uma história até que você não consegue se segurar e se entrega a leitura de um livro? Pois bem, Merripen é esse tipo de personagem e foi e ele o responsável por eu estar aqui hoje, trazendo para vocês a resenha de “Sedução ao Amanhecer”.

Título: Sedução ao Amanhecer
Série: Os Hathaways #2
Autor (a): Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Páginas: 256
Ano: 2013
Onde comprar: Saraiva | Submarino
O cigano Kev Merripen é apaixonado pela bela e bem-educada Win Hathaway desde que a família dela o salvou da morte e o acolheu, quando era apenas um menino. Com o tempo, Kev se tornou um homem forte e atraente, mas ainda se recusa a assumir seus sentimentos por medo de que sua origem obscura e seus instintos selvagens prejudiquem a delicada Win. Ela tem a saúde fragilizada desde que contraiu escarlatina, num surto que varreu a cidade. Sua única chance de recuperação é ir à Franca, para um tratamento com o famoso e bem-sucedido Dr. Harrow. Enquanto Win está fora, Kev se dedica a coordenar os trabalhos de reconstrução da propriedade da família, em Hampshire, transformando-se num respeitável administrador, mas também num homem ainda mais contido e severo. Anos depois, Win retorna, restabelecida, mais bonita do que nunca... e acompanhada por seu médico, um cavalheiro sedutor que demonstra um óbvio interesse por ela e desperta o ciúme arrebatado de Kev. Será que Win conseguirá enxergar por baixo da couraça de Kev o homem que um dia conheceu e tanto admirou? E será que o teimoso cigano terá coragem de confrontar um perigoso segredo do passado para não perder a mulher da sua vida?

Resenha: Desejo à Meia-Noite por Lisa Kleypas

Que eu sou uma apaixonada por romances históricos, acredito que todos vocês já sabem. Por isso enquanto não é lançado mais um livro da minha querida série “Os Bridgertons”, eu decidi me aventurar pelas páginas escritas por Lisa Kleypas. E olha, até agora não sei dizer o que senti com relação ao que encontrei.

Título: Desejo à Meia-Noite
Série: Os Hathaways #1
Autor (a): Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Ano: 2013
Onde comprar: Saraiva | Submarino
Após sofrer uma decepção amorosa, Amelia Hathaway perdeu as esperanças de se casar. Desde a morte dos pais, ela se dedica exclusivamente a cuidar dos quatro irmãos uma tarefa nada fácil, sobretudo porque Leo, o mais velho, anda desperdiçando dinheiro com mulheres, jogos e bebida. Certa noite, quando sai em busca de Leo pelos redutos boêmios de Londres, Amelia conhece Cam Rohan. Meio cigano, meio irlandês, Rohan é um homem difícil de se definir e, embora tenha ficado muito rico, nunca se acostumou com a vida na sociedade londrina. Apesar de não conseguirem esconder a imediata atração que sentem, Rohan e Amelia ficam aliviados com a perspectiva de nunca mais se encontrarem. Mas parece que o destino já traçou outros planos.Quando se muda com a família para a propriedade recém-herdada em Hampshire, Amelia acredita que esse pode ser o início de uma vida melhor para os Hathaways. Mas não faz ideia de quantas dificuldades estão a sua espera. E a maior delas é o reencontro com o sedutor Rohan, que parece determinado a ajudá-la a resolver seus problemas. Agora a independente Amelia se verá dividida entre o orgulho e seus sentimentos. Será que Rohan, um cigano que preza sua liberdade acima de tudo, estará disposto a abrir mão de suas raízes e se curvar à maior instituição de todos os tempos: o casamento?

Resenha: Lua Vermelha por Benjamin Percy

Quem gosta de ficção científica misturado com uma boa dose de sobrenatural, precisa conhecer um pouco mais de “Lua Vermelha” e de sua instigante história sobre lobisomens, um vírus mortal e uma sociedade em caos. Preparados para encarar essa aventura?

Título: Lua Vermelha
Autor: Benjamin Percy
Editora: Arqueiro
Páginas: 432
Ano: 2014
Onde comprar: Saraiva | Submarino
Eles vivem entre nós. São os seus vizinhos, a sua mãe, o seu namorado. Eles mudam do dia para a noite. Como toda adolescente, Claire Forrester se acha meio deslocada. Quando agentes do governo invadem sua casa e matam seus pais, ela percebe o quanto é diferente. Claire pode se transformar em uma criatura semelhante a um lobo. Ela é uma licana. Patrick Gamble entra em um avião e, horas depois, desembarca como o único sobrevivente de um ataque terrorista promovido pelos licanos. Da noite para o dia, ele vira um herói nacional: o Menino-Milagre. O governador Chase Williams jura que, se for eleito presidente, protegerá o país da ameaça que aterroriza a população. Em meio ao acirramento dos conflitos entre humanos e licanos, seu discurso intensifica a discriminação. No entanto, ele vai se tornar exatamente aquilo que prometeu destruir. Cada um a seu modo, os três estão envolvidos em uma guerra que tem sido controlada com leis, violência e drogas. Mas uma rebelião está prestes a estourar, provocando mortes e destruição e entrelaçando seus destinos para sempre. Com a chegada da noite da lua vermelha, o mundo se tornará irreconhecível. A batalha pela sobrevivência da humanidade irá começar.

Resenha: O Pântano das Borboletas por Frederico Axat

O mais difícil ao escrever a resenha de “O Pântano das Borboletas” foi passar para vocês a essência da história maravilhosa de Frederico Axat sem dar o maior spoiler da história dos spoilers. Mas não se preocupem, pois depois de pensar um pouco, hoje trago para vocês um pouco do romance infantil encantador que me deixou extasiada (juro, sem contar nada que vocês não devam saber...).

Título: O Pântano das Borboletas
Autor: Frederico Axat
Editora: Tordesilhas
Páginas: 416
Ano: 2014
Onde comprar: Saraiva | Submarino
Sam e Billy têm 12 anos e moram na pequena Carnival Falls. Amigos inseparáveis, eles percorrem o bosque de bicicleta e preparam-se para terminar a construção da sonhada casa na árvore. Compartilham tudo, inclusive a paixão por Miranda, a menina rica que acaba de se mudar para a cidade. Juntos, os três vivem as descobertas e as transformações típicas da idade e desvendam o mistério que assombra a vida de Sam: o paradeiro de sua mãe. Com esses ingredientes e doses generosas de lirismo, Federico Axat escreveu uma história admirável sobre a delicada passagem da infância para a adolescência e desta para a vida adulta.Mas não só. Romance de crescimento e suspense com incursões pelo fantástico, O pântano das borboletas reserva uma desconcertante reviravolta final: um segredo que, revelado, arremessa o leitor em um torvelinho de emoções e confere à trama um sentido totalmente novo.

Resenha: A Vida Como Ela Era por Susan Beth Pfeffer

No início desse ano eu estava completamente imersa no universo das distopias, mas com o transcorrer dos meses fui descobrindo outros gêneros e me apaixonando por cada um deles. Mas quando li a respeito do livro “A Vida Como Ela Era”, decidi que antes de terminar o ano eu precisava sentir de novo aquela emoção própria de um livro que trata da vida no planeta de forma diferente como a conhecemos. E olha, não podia ter feito uma escolha melhor.

Título: A Vida Como Ela Era
Série: Os Últimos Sobreviventes #1
Autor (a): Susan Beth Pfeffer
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 378
Ano: 2014
Onde comprar: Saraiva
Quando Miranda começa a escrever um diário, sua vida é como a de qualquer adolescente de 16 anos: família, amigos, garotos e escola. Suas principais preocupações são os trabalhos extras que os professores passaram tudo por causa de um meteoro que está a caminho da Lua. Ela não entende a importância do acontecimento; afinal, os cientistas afirmam que a colisão será pequena. Mas, mesmo assim, acredita que esse será um evento interessante a se observar, com binóculo, do quintal de casa. Para surpresa de todos, o impacto da colisão é bem maior do que o esperado, e isso altera de modo catastrófico o clima do planeta. Terremotos assolam os continentes, tsunamis arrasam os litorais e vulcões entram em erupção. Em 24 horas, milhões de pessoas estão mortas e, com a Lua fora de órbita, muitas outras mortes são previstas. Os supermercados ficam sem comida, e Miranda e sua família precisam, então, lutar pela sobrevivência em um mundo devastado, onde até a água se torna artigo de luxo.

Meus Livros da Jane Austen e suas Edições


O meu primeiro contato com a autora foi através do livro “Orgulho e Preconceito”. Na época, eu ainda não estava inserida no mundo literário e sequer o utilizava para fazer consultas a respeito de leituras futuras. O que de certa forma foi algo bom, já que foi a minha ingenuidade acerca da obra que me encantou de uma maneira que até hoje consigo lembrar detalhes do livro mesmo sem ter feito uma releitura da história. Eu poderia ser clichê (e verdadeira) e dizer que tudo isso se deve ao Mr. Darcy, mas estaria mentindo, pois só existe um cavalheiro como esse, porque existiu uma escritora extremamente talentosa como Jane Austen. Que por sinal, está fazendo aniversário hoje!

Resenha: Um Corpo na Biblioteca por Agatha Christie

Agatha Christie é o grande ícone da literatura policial. Conhecida como a Rainha do Crime, é difícil encontrar alguém que ao menos não ouviu falar sobre a sua obra. Eu, apesar de já ter lido bastante sobre ela, ainda não tinha lido nenhum livro seu. Por isso venham comigo e descubram como foi o meu début com a autora.

Título: Um Corpo na Biblioteca
Série: Um Caso de Miss Marple #3
Autor (a): Agatha Christie
Editora: Nova Fronteira
Páginas: 184
Ano: 2014
Onde comprar: Saraiva | Submarino
O corpo de uma jovem é encontrado no tapete da biblioteca dos Bantry, às sete da manhã. A vítima é uma completa desconhecida e o casal Bantry decide chamar as autoridades para investigar o caso — e também, é claro, Miss Marple, detetive amadora e amiga da sra. Bantry. Tudo se complica ainda mais quando chega até eles a notícia de outra adolescente morta, carbonizada dentro de um carro incendiado em uma pedreira. Qual será a possível conexão entre os dois incidentes?

Resenha: P.R.A.T.A – O Assassino Relutante por Eoin Colfer

Com uma proposta diferente do que se vê comumente em livros infantojuvenis o autor Eoin Colfer trouxe para a sua história uma ficção científica que surpreende o leitor com um enredo que transita pelo gênero policial e histórico. Por isso se você gosta de um desses temas, não deixe de conferir essa resenha.

Título: O Assassino Relutante
Série: P.R.A.T.A
Autor: Eoin Colfer
Editora: Galera Record
Páginas: 352
Ano: 2014
Onde comprar: Saraiva | Submarino
Chevie, 16 anos, era agente mirim do FBI até esse programa sair um pouco do controle. Trabalhando agora para Programa de RelocAção de Testemunhas Anônimas, enquanto a poeira do seu fracasso abaixa, ela acha que tudo o que precisa fazer é ficar de olho o dia todo numa máquina do tempo esquisita. Mas tédio é o que menos ela consegue quando, junto ao infeliz Riley, precisa fugir de um assassino em série da era vitoriana que os persegue através das épocas.

Resenha: Os Segredos de Colin Bridgerton por Julia Quinn

Não sei iniciar minhas resenhas sobre os livros de Julia Quinn sem dizer o quanto as suas histórias são viciantes e os demais adjetivos que vocês já conhecem por aqui. Dessa forma, hoje os deixo apenas com essa pequena introdução e sugiro fortemente a leitura de mais uma resenha da série “Os Bridgertons”.

Título: Os Segredos de Colin Bridgerton
Série: Os Bridgertons #4
Título: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 336
Ano: 2014
Onde comprar: Saraiva | Submarino
Há muitos anos Penelope Featherington frequenta a casa dos Bridgertons. E há muitos anos alimenta uma paixão secreta por Colin, irmão de sua melhor amiga e um dos solteiros mais encantadores e arredios de Londres. Quando ele retorna de uma de suas longas viagens ao exterior, Penelope descobre seu maior segredo por acaso e chega à conclusão de que tudo o que pensava sobre seu objeto de desejo talvez não seja verdade. Ele, por sua vez, também tem uma surpresa: Penelope se transformou, de uma jovem sem graça ignorada por toda a alta sociedade, numa mulher dona de um senso de humor afiado e de uma beleza incomum. Ao deparar com tamanha mudança, Colin, que sempre a enxergara apenas como uma divertida companhia ocasional, começa a querer passar cada vez mais tempo a seu lado. Quando os dois trocam o primeiro beijo, ele não entende como nunca pôde ver o que sempre esteve bem à sua frente. No entanto, quando fica sabendo que ela guarda um segredo ainda maior que o seu, precisa decidir se Penelope é sua maior ameaça ou a promessa de um final feliz.

Resenha: As Artimanhas do Napoleão e Outras Batalhas Cotidianas por Antonio Cestaro

Sempre fui apaixonada por livros que tivessem o formato de romance. Tanto que contos e crônicas nunca marcaram muita presença na minha estante. Mas ao receber “As Artimanhas do Napoleão e Outras Batalhas Cotidianas” não consegui refrear o impulso e comecei a lê-lo logo em seguida. E olha, que aventura deliciosa encontrei nessas páginas!

Título: As Artimanhas do Napoleão e Outras Batalhas Cotidianas
Autor: Antonio Cestaro
Editora: Tordesilhas
Páginas: 100
Ano: 2013
Onde comprar: Saraiva | Submarino
Personagem de duas crônias de Uma porta para um quarto escuro, primeiro livro de Antonio Cestaro, Napoleão, um porquinho-da-índia traquinas e vivaz, grande apreciador da generosidade das pessoas, despertou tanto interesse nos leitores que acabou se tornando o protagonista involuntário da segunda obra do autor. Napoleão é vegetariano e está namorando. Inteligente, aprendeu a se comportar em salas de concerto e foi sondado para participar de um desenho animado com grande campanha de mídia. Vive com o dono e a família do dono numa casa frequentada todos os dias pela Vânia, que os ajuda nos serviços domésticos. Eventualmente, visita o doutor Gildo, médico especializado em animais de grande porte que o atende em nome de uma amizade antiga. E frequenta também a dona Yolanda, vizinha da família e proprietária do Arquibaldo, um felino não muito confiável. Com esses personagens, situações banais do cotidiano e um olhar subjetivo, Antonio Cestaro constrói um conjunto de crônicas que discorrem sobre a condição humana e a relação das pessoas entre si, com a natureza e com a metrópole. 

Resenha: Um Perfeito Cavalheiro por Julia Quinn

Sempre que quero uma leitura agradável e apaixonante, pego um romance histórico escrito pela Julia Quinn e tento encontrar uma posição confortável para ler. Pois uma coisa é certa depois de iniciada a leitura: independente do que está acontecendo ao meu redor, a família Bridgerton irá me prender e me emocionar.

Título: Um Perfeito Cavalheiro
Série: Os Bridgertons #3
Autor(a): Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Ano: 2014
Onde comprar: Submarino
Sophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse é um sonho impossível. Apesar de ser filha de um conde, é fruto de uma relação ilegítima e foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu. Uma noite, ela consegue entrar às escondidas no baile de máscaras de Lady Bridgerton. Lá, conhce o charmoso Benedict, filho da anfitriã, e se sente parte da realeza. No mesmo instante, uma faísca se acende entre eles. Infelizmente, o encantamento tem hora para acabar. À meia-noite, Sophie tem que sair correndo da festa e não revela sua identidade a Benedict. No dia seguinte, enquanto ele procura sua dama misteriosa por toda a cidade, Sophie é expulsa de casa pela madrasta e precisa deixar Londres. O destino faz com que os dois só se reencontrem três anos depois, Benedict a salva das garras de um bêbado violento, mas, para decepção de Sophie, não a reconhece nos trajes de criada. No entanto, logo se apaixona por ela de novo. Como é inaceitável que um homem de sua posição se case com uma serviçal, ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível. Agora os dois precisarão lutar contra o que sentem um pelo outro ou reconsiderar as próprias crenças para terem a chance de viver um amor de conto de fadas. Nesta deliciosa releitura de Cinderela, Julia Quinn comprova mais uma vez seu talento como escritora romântica. 

Resenha: Invisível por David Levithan e Andrea Cremer

Eu sempre li comentários empolgados a respeito da escrita do autor David Levithan, mas nunca entendia muito bem o porquê de tantos elogios. No entanto, só bastou eu iniciar a leitura de “Invisível” para não só entender, como também, concordar com tudo o que foi dito sobre ele.

Título: Invisível
Autores: David Levithan e Andrea Cremer
Editora: Galera Record
Páginas: 322
Ano: 2014
Onde comprar: Submarino
Stephen passou a vida do lado de fora, olhando para dentro. Amaldiçoado desde o nascimento, ele é invisível. Não apenas para si mesmo, mas para todos. Não sabe como é seu próprio rosto. Ele vaga por Nova York, em um esforço contínuo para não desaparecer completamente. Mas um milagre acontece, e ele se chama Elizabeth. Recém-chegada à cidade, a garota procura exatamente o que Stephen mais odeia. A possibilidade de passar despercebida, depois de sofrer com a rejeição dos amigos à opção sexual do irmão. Perdida em pensamentos, Elizabeth não entende por que seu vizinho de apartamento não mexe um dedo quando ela derruba uma sacola de compras no chão. E Stephen não acredita no que está acontecendo... Ela o vê!

Resenha: Confesso que Menti por Justine Larbalestier

Todo mente em algum momento. Certo? Mas quando a mentira deixa de ser um subterfúgio e passa ser aquilo que você é, como as outras pessoas enxergam você ainda lhe importa? É com essas e outras questões que a autora Justine Larbalestier inicia a sua história que não poderia começar de outra forma que não com uma confissão... Por isso prepare-se para conhecer (ou não) os segredos de Micah e vamos lá!

Título: Confesso que Menti
Autor (a): Justine Larbalestier
Editora: Galera Record
Páginas: 320
Ano: 2014
Onde comprar: Saraiva | Submarino
Micah Wilkins é uma mentirosa compulsiva. Para ela, mentir é tão natural quanto respirar. Por isso é preciso prestar muita atenção a seu relato e desconfiar de tudo o que ela disser. Por que ela mente? É um segredo que envolve o outro. Tudo começou quando ela nasceu com a doença da família. E desde então Micah criou um labirinto de mentiras para manter todos afastados da única e terrível verdade. Mas quando seu namorado Zach é encontrado morto em circunstâncias violentas e misteriosas, o comportamento nada confiável da menina a transforma na principal suspeita do crime. Agora, para desvendar essa trama e provar sua inocência, Micah Wilkins promete contar apenas a verdade e nada mais que a verdade.

Resenha: A Árvore do Halloween por Ray Bradbury

O Halloween terminou há alguns dias, mas nunca é tarde para indicar uma leitura de qualidade (mesmo que temática). Ainda mais quando ela é recheada de aventuras e de uma narrativa contagiante!

Título: A Árvore do Halloween
Autor: Ray Bradbury
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 160
Ano: 2014
Onde comprar: Saraiva
Na noite do dia 31 de outubro, em uma pequena cidade dos Estados Unidos, oito garotos vestem suas fantasias e saem às ruas em busca de Gostosuras ou Travessuras. Ao perceberem o desaparecimento de um nono integrante, o grupo decide explorar a casa mal-assombrada do outro lado da imensa ravina. Nos fundos da propriedade, eles descobrem uma gigantesca e magnífica árvore, repleta de abóboras de diferentes tons, formas e tamanhos. Em cada uma delas, há um rosto talhado. Eles nem imaginam o que estão prestes a conhecer. A trama, por meio de metáforas e personagens históricos, dá uma aula a respeito desta data tão comemorada ao redor do planeta. Os jovens, na perseguição pelo amigo desaparecido, viajam pelo tempo, passando pelo Egito Antigo, pela Grécia dos filósofos, e pela Paris medieval, aprendendo as origens do Halloween, bem como o porquê do terror, das mortes e das assombrações associados a ele. 

[NOVO] Resultado: Nosferatu | Arqueiro


Olá pessoal,

Recentemente mais uma promoção se encerrou e hoje eu vim aqui trazer o resultado para vocês. O prêmio da vez é nada menos que o livro "Nosferatu" do autor Joe Hill. Pelo que a nossa colunista falou em sua resenha, acredito que o ganhador terá um ótimo livro em mãos para devorar! E então, curiosos para saber quem é o sortudo? Vamos lá...

Resenha: Nove Noites e Um Sonho de Outono por Lesley Livingston

Acredito que a grande maioria dos apaixonados pelo universo da fantasia e magia já deve ter lido algo a respeito de “Sonho de Uma Noite de Verão” do autor William Shakespeare. Mas se você não se enquadra nesse grupo, não se sinta deslocado porque em “Nove Noites e Um Sonho de Outono”, a autora Lesley Livingston inicia um ambicioso projeto de reconstrução das obras do autor através da trilogia “Nove Noites” e transfere para as suas páginas muito do encanto contido nas tramas construídas pelo grande mestre do teatro.

Título: Nove Noites e Um Sonho de Outono (1º ato)
Série: Nove Noites #1
Autora (a): Lesley Livingston
Editora: Gutenberg
Páginas: 320
Ano: 2014
Onde comprar: Saraiva | Submarino
Kelley Winslow está vivendo seu sonho. Aos 17 anos de idade, ela se muda para Nova York e começa a trabalhar em uma companhia de teatro. Ela ainda é, claro, apenas uma assistente e eventual substituta, mas um dia as coisas começam a mudar: a atriz que interpreta a protagonista Titânia em “Sonho de uma noite de verão”, de Shakespeare, sofre um acidente, e ela tem uma chance de assumir o papel principal. Nesse mesmo dia, ela passa a perceber que o mundo mágico é mais real do que pensava. Ela conhece um lindo jovem chamado Sonny Flannery, a atração entre os dois é imediata, mas o rapaz é, na verdade, um dos guardiões do portal do Samhain, que dá passagem para o outro mundo. A cada solstício de inverno, o portal se abre, mas a cada nove anos ele permanece aberto durante as últimas nove noites do outono. E é nesse breve tempo que ela, ao descobrir sua verdadeira descendência, se vê ameaçada por uma terrível trama, que coloca em perigo o mundo real, o mundo encantado e a promessa de viver um amor verdadeiro.

Resenha Especial: A Volta do Parafuso por Henry James

A primeira vez que li algo a respeito de "A Volta do Parafuso" foi em um dos livros sobre teoria literária do autor (e também professor da Universidade de Michigan) Thomas C. Foster. Em seu texto, ele deixou claro que essa era uma das histórias indispensáveis para todo e qualquer apreciador da literatura. Na época eu não sabia o porquê, mas agora eu sei.

Título: A Volta do Parafuso
Autor: Henry James
Editora: L&PM
Páginas: 226 (7 a 146)
Ano: 2010
Onde comprar: Saraiva
Em uma mansão no interior da Inglaterra, uma governanta é encarregada de cuidar de duas crianças órfãs. Apesar de Miles e Flora se comportarem bem, serem inteligentes e afetuosos, há um desconforto crescente no ar, sobretudo depois que um misterioso e assustador estranho é visto nas redondezas, aparentemente procurando algo - ou alguém. A governanta terá então de lutar por seus pupilos, numa aterrorizante batalha contra o mal - uma batalha cujo desenlace será tanto mais terrível.

[NOVO] Resultado: Cidade do Fogo Celestial | Galera Record


Olá pessoal,

Depois de uns dias sumida, voltei para trazer um novo resultado para a promoção de "Cidade do Fogo Celestial". Da primeira vez, o anúncio foi divulgado na nossa página no facebook através do link da promoção original. No entanto, após passado o prazo estipulado pelo blog para a ganhadora entrar em contato, refiz o sorteio e optei por fazer um post exclusivo para o anúncio, já que não quero que ninguém perca o prazo porque não viu o resultado. Dito isso, vamos ao tão aguardado resultado!

Resenha: Belas Maldições por Neil Gaiman e Terry Pratchett

Um livro diferente de qualquer coisa que eu já tenha lido. É assim que posso definir “Belas Maldições”, pois brindado com a genialidade dos autores Neil Gaiman e Terry Pratchett, o fim do mundo nunca pareceu tão desastrosamente divertido e surreal.
Título: Belas Maldições
Autores: Neil Gaiman e Terry Pratchett
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 378
Ano: 2011
Conforme as Profecias de Agnes Nutter, o mundo vai acabar num sábado. No próximo sábado, e antes do jantar. O que é um grande problema para Crowley, o demônio mais acessível do Inferno e ex-serpente, e sua contraparte e velho amigo Aziraphale, anjo genuíno e dono de livraria em Londres. Eles gostam daqui de baixo (ou, no caso de Crowley, daqui de cima). Portanto, eles precisam encontrar e matar o Anticristo, a mais poderosa criatura do planeta. O problema é que o Anticristo é um garoto de 11 anos e, ao contrário de tudo o que você já tenha visto em algum filme, é um menino que adora seu cachorro, se importa com o meio ambiente e é o filho que qualquer pai gostaria de ter. Além, claro, de ser indestrutível. E, como se ainda não fosse o bastante, eles ainda têm de lidar com o domingo... 

Resenha: Quarenta Dias Sem Sombra por Olivier Truc

"Quarenta Dias Sem Sombra" é um livro bastante conceituado na Europa e vencedor de 15 prêmios internacionais – a partir daí vocês já podem imaginar a categoria da história da nossa resenha. Trazendo um clima ártico e um suspense dramático para suas páginas, o autor Olivier Truc me conquistou de tal maneira com a sua trama, que me deixou com gostinho de quero mais, muito mais histórias bem escritas como essa.

Livro: Quarenta Dias Sem Sombra
Série: Klement Nango #1
Autor: Olivier Truc
Editora: Tordesilhas
Páginas: 408
Ano: 2014
Onde comprar: Saraiva | Submarino
É a última noite polar na Lapônia. O sol voltará a brilhar após quarenta dias ausente. Todos esperavam o retorno do tambor sagrado, que, acredita-se, permite a comunicação com o mundo dos mortos. Mas o tambor é roubado, causando comoção na comunidade. Pouco depois, um criador de renas é encontrado morto e mutilado no meio da neve. A investigação dos crimes é liderada pelos policiais Klemet Nango e Nina Nansen. Os oficiais não poderiam ser mais diferentes entre si e precisarão enfrentar condições extremas de temperatura gélida e isolamento para resolver os mistérios. 

Dicas de Leitura: Outubro Rosa


Vamos dar uma pausa na nossa programação do "Mês Temático: Horror" por um motivo super especial: falar sobre o Outubro Rosa. Para começar, é importante dizer que esse mês ficou conhecido através dessa denominação por causa da cor do laço que simboliza a luta contra o câncer de mama. O movimento que foi iniciado nos Estados Unidos com ações isoladas em alguns estados, posteriormente foi aderido oficialmente por todo o país após uma aprovação do Congresso Americano. 

No entanto, mais do que tratar da luta, o simbolismo do Outubro Rosa também está ligado a prevenção e ao diagnóstico precoce. Já que falar sobre o assunto é importante não só para chamar a atenção das autoridades, como também, para alertar as mulheres sobre a importância de estarem atentas a todos os sintomas para evitar um diagnóstico tardio.

Quando o assunto é literatura, são várias as personagens femininas que mostram sua luta e seu posicionamento com relação aos seus sonhos e a sua maneira de viver a vida. E apesar de poucos tratarem do tema dessa causa, separei para vocês alguns títulos cujas protagonistas tiveram força para lutar por aquilo que elas acreditavam independente das adversidades que a vida lhes impôs.

Edgar Allan Poe: Análise da edição de “Contos de Imaginação e Mistério”


Falar sobre o gênero horror e não citar Edgar Allan Poe é algo inconcebível para mim. Talvez a culpa seja da admiração que eu nutro por ele, talvez seja apenas a maneira que eu enxergo o grandioso trabalho que ele fez durante toda a sua vida. No ano passado quando fiz o primeiro mês temático e o homenageei, foi apenas o primeiro passo que eu dei em direção aos seus escritos.

Recordo-me que na época em que fiz algumas resenhas dos seus contos, reclamei bastante das edições que encontrei no mercado – principalmente com relação a da Saraiva de Bolso que me enganou ao não informar que o livro era adaptado por Clarice Lispector – e a partir disso iniciei uma busca com o objetivo de encontrar a melhor edição publicada com o trabalho do autor em língua portuguesa.

Para a minha enorme satisfação, encontrei “Contos de Imaginação e Mistério” da editora Tordesilhas, um livro que além de trazer as obras mais conhecidas do Poe, ainda é um item de colecionador encantador. E se você, assim como eu, gosta de apreciar uma boa edição e está curioso para saber todos os detalhes desta, prepare-se pois hoje vou detalhar um pouco mais do trabalho realizado pela editora nesse livro.

Resenha Especial: Senhor das Moscas por William Golding

Realizar uma leitura impactante e ficar com ela rondando sua mente nos transcorrer dos dias, é uma das sensações mais intensas que um leitor pode ter. “Senhor das Moscas” faz isso com tanta maestria, que logo é possível entender porque foi premiado com o Nobel de Literatura.

Título: Senhor das Moscas
Autor: William Golding
Editora: Alfaguara
Páginas: 224
Ano: 2014
Onde comprar: Saraiva 
Durante a Segunda Guerra Mundial, um avião cai numa ilha deserta, e seus únicos sobreviventes são um grupo de meninos em idade escolar. Eles descobrem os encantos desse refúgio tropical e, liderados por Ralph, procuram se organizar enquanto esperam um possível resgate. Mas aos poucos — e por seus próprios desígnios — esses garotos aparentemente inocentes transformam a ilha numa visceral disputa pelo poder, e sua selvageria rasga a fina superfície da civilidade, que mantinham como uma lembrança remota da vida em sociedade. 

Promoção: Nosferatu | Editora Arqueiro


Nada melhor que sortear um super livro para começar bem o nosso especial do Horror, não é? E o livro não poderia ser outro que não "Nosferatu", já que com personagens macabros e uma história de tirar o fôlego, o livro foi o responsável pelos pesadelos da nossa colunista Juliana Gueiros. Então se você se interessa por tramas de arrepiar, não deixe de participar da nossa promoção.

Resenha: Nosferatu por Joe Hill

Falar de Joe Hill não é fácil (quem já leu Stephen King, espera do filho a mesma escrita intensa e criativa do pai), mas mais complicado ainda é passar a intensidade e a emoção que senti ao ler "Nosferatu" sem dar spoiler. Espero que tenha conseguido passar tudo isso, se não, me perdoem, pois essa é a minha primeira resenha para um blog. Em todo caso, prazer, eu sou Juliana, a nova colunista do Mundo dos Livros.

Título: Nosferatu
Autor: Joe Hill
Editora: Arqueiro
Páginas: 624
Ano: 2014
Onde comprar: Saraiva | Submarino

Victoria McQueen tem um misterioso dom: por meio de uma ponte no bosque perto de sua casa, ela consegue chegar de bicicleta a qualquer lugar no mundo e encontrar coisas perdidas. Vic mantém segredo sobre essa sua estranha capacidade, pois sabe que ninguém acreditaria. Ela própria não entende muito bem. Charles Talent Manx também tem um dom especial. Seu Rolls-Royce lhe permite levar crianças para passear por vias ocultas que conduzem a um tenebroso parque de diversões: a Terra do Natal. A viagem pela autoestrada da perversa imaginação de Charlie transforma seus preciosos passageiros, deixando-os tão aterrorizantes quanto seu aparente benfeitor. E chega então o dia em que Vic sai atrás de encrenca... e acaba encontrando Charlie. Mas isso faz muito tempo e Vic, a única criança que já conseguiu escapar, agora é uma adulta que tenta desesperadamente esquecer o que passou. Porém, Charlie Manx só vai descansar quando tiver conseguido se vingar. E ele está atrás de algo muito especial para Vic. Perturbador, fascinante e repleto de reviravoltas carregadas de emoção, a obra-prima fantasmagórica e cruelmente brincalhona de Hill é uma viagem alucinante ao mundo do terror.

Mês Temático: Horror


Quando penso no mês de outubro, meu primeiro pensamento é "Halloween". Mas se no ano anterior, a minha ideia era um pouco vaga a respeito dessa data comemorativa – o que me fez trazer para vocês um mix de gêneros que compôs as leituras que eu considerei apropriadas para uma data tão marcante –, esse ano eu tinha algo mais específico em mente: eu tinha o desejo de tornar o horror no grande protagonista do blog na terceira edição do "Mês Temático". Sei que muitos de vocês podem não se sentir atraídos para mergulhar em histórias que foram escritas justamente para provocar o psicológico dos seus leitores, mas espero que vocês estejam prontos para retirar as vendas que lhe impedem de ver o sobrenatural e me acompanhem nessa jornada que se inicia com uma breve passagem na história do horror na literatura...

Resenha: Paralela por Lauren Miller

O que diferencia aquilo que está no nosso destino, daquilo que conquistamos através do nosso livre arbítrio? Essa é uma pergunta recorrente em “Paralela”, um livro que mais do que falar sobre um caminho a ser seguido para conquistar aquilo que se quer, trata da concretização daquilo que já está escrito nas estrelas.

Título: Paralela
Autor (a): Lauren Miller
Editora: Pavana
Páginas: 327
Ano: 2014
Onde comprar: Saraiva
Abby Barnes tem um plano. Ela sabe o curso que vai fazer, a faculdade em que vai estudar e até o lugar onde vai trabalhar. Mas pequenas decisões podem mudar uma vida inteira, e, na véspera de seu aniversário, Abby está questionando suas escolhas. No dia seguinte, ela acorda num lugar completamente diferente, um ano mais velha, sem saber como tudo mudou da noite para o dia. A resposta é mais inesperada do que poderia imaginar: uma colisão de universos paralelos que a faz viver uma versão alternativa de si mesma. Com a ajuda da melhor amiga, Caitlin, e dividida entre dois caras que poderiam muito bem ser o amor de sua vida, Abby se depara com o desafio de redescobrir a si mesma enquanto lida com a confusão em que sua vida se transformou.

Resenha: A Matemática nos Tribunais por Leila Schneps e Coralie Colmez

Nutro um interesse muito peculiar por livros que tratam da criminologia para alguém que não possui uma formação que atue nessa área. No entanto, se antes eu achava que quem se graduava em Direito dominava os trabalhos relacionados ao âmbito criminal, depois de ler “A Matemática nos Tribunais”, percebi que o espaço limítrofe desse campo de trabalho é muito maior. Ainda mais quando levamos em consideração a importância de toda e qualquer prova para inocentar ou condenar um réu.

Título: Matemática nos Tribunais - Uso e Abuso dos Números em Julgamentos
Autores (as): Leila Schneps e Coralie Colmez
Editora: Zahar
Páginas: 288
Ano: 2014
Onde comprar: Saraiva | Zahar
Um criminoso está prestes a ser libertado por efeito de um cálculo errado. A enfermeira Lucia de Berk será condenada à prisão por causa de uma contagem dupla. Um militar francês definha no cárcere por culpa de uma probabilidade altamente improvável. Dois jovens são soltos, embora possam ter assassinado brutalmente uma colega. A Matemática nos Tribunais analisa dez casos que ilustram como até agora a estatística tem ajudado a engrossar a fileira dos erros judiciais - pelo mau uso dos números em julgamentos. São histórias reais que demonstram como a matemática pode ser, de fato, uma questão de vida ou morte. Sem deixar de fora todos os elementos e o ritmo de uma boa história de mistério, cada um dos casos é investigado em detalhes. Da reconstituição do crime à ação dos principais personagens envolvidos - entre réus, advogados, testemunhas, promotores e peritos -, as autoras conduzirão o leitor pelos labirintos forenses e apontarão os equívocos cometidos pelo mau uso (ou má compreensão) dos números no processo legal. Os casos examinados são exemplos de como o emprego da estatística no âmbito da Justiça tem produzido sentenças enganosas, por vezes não corrigidas. Eles cobrem uma ampla gama da matemática usada nos tribunais, desde a mais simples análise de caligrafia, no fim do século XIX, até as combinações hoje aplicadas na identificação do DNA. Uma surpreendente combinação de dramas reais, histórias de tribunal e matemática para mostrar que, no caso da lei, um erro de cálculo pode custar muito caro.

Resenha: Encantos do Jardim por Sarah Addison Allen

Amar as histórias de Sarah Addison Allen é tão fácil quanto relaxar ao som da chuva, pois além de seus escritos serem um sopro de delicadeza entre as narrativas mais densas, eles possuem um encanto próprio que deixa o leitor enfeitiçado da primeira até a última página. E se você ainda não conhece a autora, prepare-se para adentrar em um mundo do qual você jamais irá querer sair.

Título: Encantos do Jardim
Série: Encantos do Jardim #1
Autor (a): Sarah Addison Allen
Editora: Rocco
Páginas: 238
Ano: 2008
Embora as mulheres da família Waverley não sejam feiticeiras, todos na diminuta cidade de Bascom sabem que há algo misterioso nelas. A avó de Claire criava iguarias únicas com flores comestíveis para resolver os problemas das pessoas e sua idosa prima Evanelle tem mania de enviar presentes inesperados exatamente quando as pessoas mais precisam deles. Quando Sydney, irmã de Claire, volta a Bascom após anos de ausência, traz junto sua filha Bay e a capacidade de unir essa família pouco convencional.

Promoção: Cidade do Fogo Celestial | Galera Record


Se vocês, assim como eu, ficaram triste por não ter ido até a Bienal do Livro de São Paulo para ver de perto a talentosíssima Cassandra Clare, tenho uma novidade muito bacana que pode alegrar o dia de vocês: em parceria com a editora Galera Record, o blog sorteará um exemplar do último livro da série "Os Instrumentos Mortais". Por isso, se vocês estão ansiosos para saber qual foi o desfecho que ela deu a cada um dos incríveis personagens dessa série, não deixem de participar da promoção de "Cidade do Fogo Celestial"!

Confissões de uma Blogueira em Crise: Quanto tempo o tempo tem?


Durante muito tempo eu coloquei meus sonhos em detrimento das minhas obrigações. Mas quanto mais o tempo passa, mais eu percebo que eles não precisam ser polos opostos e que talvez haja uma maneira de fazer com que ambos caminhem juntos. Quem me conhece, sabe que o blog sempre foi o meu espaço de relaxamento, o meu hobbie

Entretanto, o que antes era uma dedicação pontual, passou a tomar cada vez mais horas e dias meus. E por mais que eu tenha lutado contra isso, acabei me vendo sem poder fazer coisas importantes para mim e minha família. A partir disso foi impossível não ter aquele clique de que algo estava muito errado. E foi depois de muito refletir que eu admiti para mim mesma que eu precisava fazer alguma coisa para mudar isso.

Resenha: Seis Anos Depois por Harlan Coben

Algumas paixões literárias nos pegam tão de jeito que é impossível nos desvencilharmos delas. Por mais estranho que possa parecer, o gênero policial se tornou uma dessas paixões e eu sempre estou ansiando por ler algo novo que vai me surpreender e me fazer reafirmar uma e outra vez a minha predileção pelo gênero. E foi com esse pensamento que iniciei a leitura de “Seis Anos Depois”. Eu só não esperava que fosse errar tão feio em minhas apostas...

Título: Seis Anos Depois
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Ano: 2014
Onde comprar: Saraiva | Submarino
Jake Fisher e Natalie Avery se conheceram no verão. Eles estavam em retiros diferentes, porém próximos um do outro. O dele era para escritores; o dela, para artistas. Eles se apaixonaram e, juntos, viveram os melhores meses de suas vidas. E foi por isso que Jake não entendeu quando Natalie decidiu romper com ele e se casar com Todd, um ex-namorado. No dia do casamento, ela pediu a Jake que os deixasse em paz e nunca mais voltasse a procurá-la. Jake tentou esconder seu coração partido dedicando-se integralmente à carreira de professor universitário e assim manteve sua promessa... durante seis anos. Ao ver o obituário de Todd, Jake não resiste e resolve se reaproximar de Natalie. No enterro, em vez de sua amada, encontra uma viúva diferente e logo descobre que o casamento de Natalie e Todd não passou de uma farsa. Agora ele está decidido a ir atrás dela, esteja onde estiver, mas não imagina os perigos que envolvem procurar uma pessoa que não quer ser encontrada.

Resenha: Belo Casamento por Jamie McGuire

Que "Belo Desastre" é um verdadeiro sucesso editorial ninguém pode negar. No entanto, ninguém pode negar também que os personagens criados por McGuire são problemáticos e na maior parte do tempo agem movidos por um sentimento de puro egoísmo. Em "Belo Casamento" as falhas, medos e anseios de Abby e Travis são mais uma vez dissecados para o leitor através de uma trama bastante polêmica (apesar do pouco número de páginas do livro) e que me deixou bastante incomodada.

Título: Belo Casamento
Série: Belo Desastre #2.5
Autor (a): Jamie McGuire
Editora: Verus
Páginas: 126
Ano: 2014
Onde comprar: Saraiva | Submarino
A louca e viciante história de amor de Travis e Abby foi narrada por ela em Belo desastre e por ele em Desastre iminente. Como num conto de fadas moderno, sabemos que eles se casaram e foram felizes para sempre... mas quanto realmente conhecemos dessa história? Por que Abby fez o pedido de casamento? Que confidências eles trocaram antes da cerimônia? Onde passaram a noite de núpcias? Quem sabia que eles iam se casar e guardou segredo? Todos os detalhes sobre o casamento de Travis e Abby eram secretos... até agora. Os fãs do casal mais quente da literatura terão todas as suas perguntas respondidas nesta história vertiginosa sobre o dia (e a noite...) do casamento de Travis e Abby — e o melhor, contada pelo ponto de vista dos dois!