11 de julho de 2016

Resenha: O Inimigo do Mundo por Leonel Caldela

Nas palavras do autor: uma história sobre escatologia e sadismo.

Título: O Inimigo do Mundo
Série: Trilogia da Tormenta #1
Autor: Leonel Caldela
Editora: Jambô
Páginas: 464
Ano: 2008
Onde comprar: Amazon NerdzSubmarino | Livraria Cultura | Americanas
O Inimigo do Mundo acompanha a jornada de nove heróis na caçada ao misterioso assassino conhecido apenas como “o albino”, pelo mundo medieval de Arton. Mas a perseguição é mais do que aparenta, pois os aventureiros sentem as mãos divinas puxando as cordas ao seu redor — para eles, a missão será uma viagem ao inferno.

Talvez poucos aqui saibam, mas eu sou um super fã de fantasia. Principalmente se for medieval. Histórias sobre grandes cavaleiros, honra, dever, deuses, religiões e uma grande aventura me envolve de um jeito bem especial. Porém, muitos desses contos são extremamente romantizados, no tocante a tudo ser florido, os dias sempre radiantes, é primavera o ano todo, resgatar a princesa na torre do castelo que é protegido por um temível dragão, que são os elementos clássicos de  RPG. 

Não, meu querido leitor, RPG não é World of Warcraft ou qualquer MMO por aê, nem tão pouco o Castlevania que você jovaga no Super Nitendo quando criança, muito menos a franquia de Final Fantasy. Aliás, aqui vai uma breve descrição do que é RPG: Role Playing Game - Jogo de interpretação de personagem, concebido primeiramente em 1974 por Gary Gygax (foto) e Dave Arneson, é um jogo onde você precisa de apenas duas coisas, amigos e imaginação. Trata-se de você e seus amigos interpretando personagens de acordo com um sistema e seguindo determinada aventura guiada pelo mestre.

Apesar do RPG ter surgido nos Estados Unidos, foi amplamente massificado através do globo, dando origens a vários cenários ou mundos diferentes, com sistemas diferentes. O Inimigo do Mundo se passa em um cenário de RPG chamado Tormenta o qual é totalmente brasileiro e criado por Marcelo Cassaro, Rogério Saladino e J.M. Trevisan. Criado a mais de 10 anos vem sendo desenvolvido através de várias publicações ao longo do tempo, tanto nos acontecimentos, como nos conceitos, na intrigas entre os deuses (são 20!), nas maquinações pelo poder, no convívio entre as muitas raças, nas aventuras e na tormenta. Para saber mais aqui tem um link dos livros de suplementos e história sobre o cenário Tormenta.

Portanto, o que Caldela fez foi pegar um cenário pronto, com suas respectivas características e montar uma história em cima 
dele. Ahh, e que história, meus amigos. Tem seu início com um massacre de uma família inteira por um ser humanoide chamado de o Albino. Logo, um grupo de aventureiros é chamado para investigar o caso

Acompanhamos então a jornada de, mais ou menos, nove membros em perseguição ao assassino através de todo Reinado. Cada um com personalidades bem fortes e suas próprias motivações. No começo da leitura, pode ser difícil se identificar com qualquer personagem que seja, mas com um passar das páginas, as histórias vão sendo descobertas, a disparidade entre os personagens vai aumentando seu contraste e resta Vallen tentar juntar todos.

O líder Vallen; a arqueira Ellisa Thorn; Gregor Vahn, paladino do Deus da Ressurreição; o furtivo de sorrisos fáceis, Ashlen Ironsmith; a bárbara das Montanhas Uivantes, Andilla, Dente-de Ferro; Nichaela, a sacerdotisa da vida; Artorius, o minotauro; O executor imperial tamuraniano, Masato Kodai; e Rufus Domat, o mago, ou pelo menos deveria ser.


O livro é feito tanto para os fãs do cenário, que já conhecem o mundo, como para os desavisados. Porém, para os primeiros a um gosto especial na leitura, mostrando o tom de cada personagem descrito nos livros de suplemento de uma maneira muito especial.

Apesar das ilustrações, a narrativa de Caldela é visceral e abrupta. Responsável por expurgar o conceito de contos de fadas que o senso comum tem sobre fantasia e trazer uma estranha nuvem rubra de tempestades sobre o que é bom e ruim. Aqui não temos personagens de caráter cinzento, na verdade, a linha entre o Bem e o Mal é bem nítida lhe ajudando a separar o joio do trigo. As motivações nem sempre são tão claras, cabendo ao leitor interpretar o passado de alguns personagens.
Os parágrafos se revezam entre os heróis, o assassino e os deuses, mostrando a influência de cada um no curso da história e os motivos de suas omissões e interferências.

A todo capítulo, Leonel nos leva a conhecer cada aspecto de Arton, seus reinos e habitantes, construindo um mundo crível de elementos concretos. O cuidado com os detalhes e com as personalidades de cada personagem manifesta o cuidado do autor com as relações que se desenvolvem ao longo da história. Se eu pudesse descrever dois sentimentos para traduzir esse livro seriam: Aflição e Amizade.

Então, além de ser uma obra literária FANTÁSTICA (em ambos os sentidos da palavra), é um universo que VOCÊ pode visitar a qualquer momento e interagir com seus elementos e personagens, tudo que você precisa fazer é sentar e se divertir com seus amigos.

Esse é o primeiro livro da série da Trilogia da Tormenta e como marinheiro de primeira viagem, Leonel Caldela abriu um novo capítulo da fantasia nacional cheio sangue e violência e deixou sua marca registrada no universo da literatura fantástica, ao lado de outros excelentes escritores nacionais da atualidade, como, Eduardo Spohr, Raphael Draccon, André Vianco e Fábio Yabu.

[...] A pena caiu à mesa num momento infinito, e pareceu fazer um estrondo enorme, quando o velho saltou como uma fera jovem sobre o estranho invasor. E, por um minuto, seus braços foram fortes de novo, pois ele conseguiu lutar por tempo suficiente para que sua velha esposa corresse e chegasse a um dos cavalos. Eles nunca haviam lutado, em todas as suas vidas grisalhas, mas agora tinham a rapidez e a força de dois animais em desespero. A velha imaginou se o belo cavalo pardo seria capaz de correr mais que o albino. Não era. Pág. 80


--- Juão Lucas ---

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.



ATUALIZAÇÕES DO INSTAGRAM