30 de agosto de 2015

Confissões de Uma Blogueira em Crise: Estudar versus Ler


E em agosto as minhas aulas começaram. É sempre tão difícil o período em que estou me dividindo entre as os meus estudos e o trabalho que o que sempre ocorre é a minha total incapacidade de ler qualquer outra coisa que seja. Acredito que qualquer curso exige que os seus alunos realizem uma infinidade de leituras, mas em graduações de ciências humanas é quase uma obrigatoriedade a pilha de livros colocada ao lado da cama.

Uma coisa que tenho percebido é que quando dou o meu grito de liberdade e afirmo categoricamente que vou ler o que eu quiser, não demora muito para que eu me veja com a sensação incomoda de consciência pesada. Por mais que se passem os períodos e eu saiba do que é necessário para eu cumprir as minhas metas, ainda assim, sinto que tenho que abrir mão de determinadas vontades para que eu possa ter a certeza que realmente me dediquei totalmente ao curso.

Até porque, verdade seja dita, eu não estou em busca apenas do diploma. Se eu quisesse apenas isso seria fácil estudar no período de provas e passar o restante do semestre fazendo qualquer outra coisa com o meu tempo. Mas isso vai contra aquilo que quero, que é me tornar uma boa profissional e aproveitar ao máximo o que a faculdade tiver para me oferecer.

Tive que aprender do modo mais duro a parar de procrastinar para poder conquistar esse foco. Sei que atualmente valorizo muito mais o meu tempo, mas sinto que preciso fazer os reajustes necessários para que eu consiga tempo para tudo aquilo que eu amo fazer, como, por exemplo, estar por aqui com mais frequência.

Porque sim, por mais que eu não queira, o blog acaba sendo apenas um hobby e não a prioridade da minha vida. Por isso, quando preciso de mais tempo, o primeiro a ser afetado é ele, já que corto as minhas leituras de entretenimento e o meu acesso a internet. Imagino que vocês já devam estar cansados das minhas explicações consecutivas para os meus desaparecimentos, mas ainda sigo com a máxima: antes não fazer do que fazer mal feito.

E vocês, como lidam quando uma parte das suas vidas se torna mais imperativa que outras? Existe uma maneira de conciliar tudo?

--- Isabelle Vitorino ---

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.



ATUALIZAÇÕES DO INSTAGRAM