29 de junho de 2015

Resenha: Tentação ao Pôr do Sol por Lisa Kleypas

Quando comecei a acompanhar a série "Os Hathaways" não tinha muita confiança a respeito da história. Depois de ter lido os dois primeiros livros a dúvida persistia com relação a série. No entanto, isso mudou completamente com "Tentação ao Pôr do Sol", pois foi aí que eu me apaixonei perdidamente pela história.

Título: Tentação ao Pôr do Sol
Série: Os Hathaways #3
Autor (a): Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Ano: 2014
Onde comprar: Saraiva | Submarino
Tentação ao Pôr do Sol - Poppy Hathaway está em Londres para sua terceira temporada de eventos sociais. Como nos dois anos anteriores, ela se hospedou com a família no hotel Rutledge. E, como nos dois anos anteriores, tudo indica que retornará a Hampshire sem ter encontrado um pretendente com quem se casar. Apesar de ser extremamente bonita e gentil, Poppy tem duas grandes desvantagens em relação às outras moças: sua inteligência deixa muitos homens acuados e o fato de vir de uma família tão pouco convencional faz com que os melhores partidos nem sequer a abordem. Mas o destino a coloca no caminho de Harry Rutledge, um homem de passado triste, que venceu na vida por conta própria e aprendeu a encarar tudo como um negócio. O dono do hotel não ama ninguém, confia em poucos e manipula todos. Porém, mesmo sendo tudo o que Poppy nunca almejou, ela não pode negar o fascínio que sente por ele. Quando Harry conhece Poppy, é tomado pelo desejo. Ele imediatamente tem a certeza de que a jovem será sua – e, para o bem ou para o mal, não mede esforços para que isso aconteça. Mas fascínio e desejo não serão suficientes para construir sua história, sobretudo quando uma traição põe em jogo as bases do relacionamento. Agora, é entre quatro paredes que eles tentarão resolver problemas e anular diferenças, num romance sensual em que seu futuro juntos pode mudar a cada toque, cada encontro, cada descoberta.


Poppy é uma das irmãs Hathaways que continua solteira e já faz a sua terceira temporada em Londres em busca de um casamento. Mas ao que tudo indica, isso irá mudar em breve, já que ela está seriamente interessada em um nobre belo e educado que tem todos os requisitos necessários para fazê-la acreditar que é possível ter uma vida pacata, bem como, um casamento por amor. No entanto, por um infortúnio do destino, ela que está hospedada em um hotel com a sua família, acaba conhecendo o misterioso Harry Rutledge, um homem extremamente inteligente, mas que possui mistérios e segredos demais para poder ser considerado alguém confiável. Ela só não entende porque seu coração acelera quando ele está por perto, ainda mais, quando ela achava que o seu amor era outra pessoa.

Harry Rutledge é um grande colecionador de inimigos, mas ele não se importa com isso se o que vier como retorno for o sucesso que ele desejou desde que saiu dos Estados Unidos. Solitário e reservado, as únicas coisas que lhe fazem companhia são os seus inventos elaborados. Dedicado ao trabalho, sua vida não possui luz ou cor, tudo à sua volta está em tons de cinza. Até que ele conhece Poppy Hathaway... Ele sabia que a família da garota era cliente antiga de seu hotel, contudo, exceto algumas vezes em que a viu de longe nunca teve um contato aproximado com ela, tão pouco nutriu algum tipo de interesse. Todavia, isso muda quando de um jeito totalmente inusitado Poppy entra em sua vida e ameaça mudar tudo o que um dia ele acreditou.

Lisa Kleypas tem um maneira incrível e envolvente de escrever. Principalmente para a série "Os Hathaways", já que em todos os livros é possível perceber toques de mistério, bem como, diálogos divertidíssimos. Acredito que por isso mesmo fazendo algum tempo desde que li os outros livros da série, logo me vi envolta com as peripécias vividas pela família e me apaixonando perdidamente pelo Harry e por sua história de amor com Poppy. O que mais me impressionou em "Tentação ao Pôr do Sol" foi a intensidade dos sentimentos do Harry por Poppy desde o primeiro contato com ela, ainda mais porque tendo uma vida bem complicada, ele não se acha merecedor de amor e tenta ao máximo contornar a dor de nunca ter sido amado com um modo implacável e quase sem escrúpulos de conseguir aquilo que deseja.

Em detrimento de uma vida tão vazia, Poppy brilha como uma estrela e isso o atrai tanto que ele não pensa nas consequências e simplesmente faz tudo o que está ao seu alcance para tê-la. Nesse jogo de interesses em que o amor é um ideal muitas vezes distante, esse casal conquista o leitor com a simplicidade com que o sentimento dos dois se desenvolve. Particularmente, Harry e Poppy foram os personagens que mais me causaram empatia (junto com a Beatrix, é claro) com o seu jeito tão doce de se apaixonarem e se descobrirem. Ainda mais quando suas personalidades tão distintas poderiam tê-los afastados mesmo quando entre eles havia aquela chama de reconhecimento próprio de quem encontrou alguém especial.

E como se não bastasse esse casal tão lindo, a autora ainda inicia as revelações acerca dos protagonistas de "Manhã de Núpcias", o quarto livro da série e que promete trazer alguns temas delicados para serem confrontados pelos personagens enquanto ambos tentam dar uma chance ao seu coração. Em meio a tanto amor, é impossível não se identificar com "Tentação ao Pôr do Sol" e ansiar por ver mais vezes o Harry e a Poppy, bem como, ficar na torcida para que assim como a Amelia e Cam, Win e Merripen, eles também alcance a felicidade que tanto merecem.

– Contos de fada são uma excelente leitura para entretenimento – opinou Harry. – Mas não são um manual de vida. Pág. 84

--- Isabelle Vitorino ---

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.



ATUALIZAÇÕES DO INSTAGRAM