7 de outubro de 2013

Resenha: A Maldição do Lobisomem por Shannon Delany

Se um título pudesse revelar a qualidade de um livro para o leitor as coisas seriam muito mais fáceis. Pelo menos foi isso que passei a pensar quando fechei ‘A Maldição de Lobisomem’ e vi que a minha lista de leituras frustrantes tinha acabado de aumentar.

Título: A Maldição do Lobisomem
Série: 13 to Life #1
Autor (a): Shannon Delany
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 336
Ano: 2010
Quando Jess Gillmansen é chamada para comparecer à sala da direção, ela pode somente imaginar ser por duas razões: Eles finalmente descobriram quem escreveu o editorial criticando os valentões da escola, ou mais uma reunião para falar sobre a recente morte de sua mãe. Porém inesperadamente ela descobre que a direção da escola quer que ela apenas sirva de guia para o novo aluno – mas ele chega com seus próprios problemas, que inclui uma escolta policial. O mais novo membro da escola Junction High, Pietr Rusakova possuiu segredos para esconder – segredos que acabam levando grandes problemas para a pequena cidade de Junction – incluindo mudanças tão dramáticas que certamente acabarão com sua vida mais cedo. 

Jessica não pode ser considerada uma nerd autêntica, mas suas boas notas, seu posto no jornal da escola e sua tragédia familiar lhe concederam alguns benefícios. Pelo menos é o que todos passam a acreditar quando a direção escolar lhe designa como guia do novato Pietr Rusakova. Assim que ela coloca os olhos nele, sabe que aqueles olhos azuis e aquela atitude de indiferença era capaz de colocar até uma santa em problemas, mas definitivamente ela não era o tipo de garota que corre atrás de alguém como ele, ainda mais quando Derek, sua paixão secreta e capitão do time da escola, começa a dar sinais de que a enxerga. Contudo, quando passa a conhecer Pietr, ela vê que ele não é tão mau quanto parece ser e que sua atitude não é nada mais que uma máscara que ele usa para afastar as pessoas dele e de seus segredos. Que segredos são esses, ela não sabe. Mas Jess é capaz de jurar que eles têm algo a ver com o ataque do lobo que ocorreu na cidade natal de Pietr dias antes do garoto se mudar para Junction.

Dramas adolescentes funcionam até certa idade, foi isso que eu me dei conta enquanto lia ‘A Maldição do Lobisomem’. Principalmente quando eles contam com um desenvolvimento duvidoso por parte de uma autora que propõe um enredo e entrega outro ao leitor. De verdade, eu não sei o que a Shannon tinha na cabeça quando escreveu esse livro, mas por entre as páginas que ela escreveu pude notar que não era a sua história, já que o livro não só carece de todos os elementos que são prometidos na frase da capa, bem como, de uma uniformidade para que o leitor não sinta a divisão no enredo de modo tão forte quanto senti durante a leitura.

Para começar, acompanhamos a história de Jess, uma garota com tendência a mártir e que apesar de ter escrito um artigo no jornal da escola criticando os valentões, está apaixonada pelo protótipo perfeito desse tipo e não dá sinais de que vá se curar desse sentimento tão cedo. Nutrindo um forte interesse pelo ataque de lobos de Farthington, ela possui três amigas mais interessantes que ela e uma família que não chega a ter destaque na história. Com atitudes contraditórias, Jessica é uma personagem enfadonha e irritante, que muda de interesse tão rápido que o leitor chega a pensar que estava desatento quando ela vai do mais puro amor por Derek a uma paixão avassaladora por Pietr. E como se isso não bastasse, ainda tive que lidar com o pseudo mistério sobre o Pietr, um garoto de ascendência russa que acaba de chegar à cidade com os seus irmãos causando o maior alvoroço por entre as garotas da escola. Sendo bem sincera, não vi nada de misterioso nem de sombrio nele, a única coisa que eu achei bonitinha nele foi o sotaque russo que insiste em aparecer quando ele está nervoso, mas no mais, o achei um personagem bem comum. 

E quando digo que o enigma é falso, é porque o leitor sabe do segredo dos Rusakova antes mesmo de começar a ler o livro, já que tanto o título quanto a sinopse que pode ser encontrado na contracapa já entrega o que a autora pensou ser, o grande suspense de sua história. Além disso, ela muda de tom sem se importar no impacto que isso vai ter no leitor, pois se em um momento ela escreve a história de uma garota dividida entre dois garotos, que tenta superar a recente morte de sua mãe e que está focada em uma investigação sobre os ataques de lobos, em outro o enredo trata de uma garota apaixonada, mas que vê esse amor impossibilitado por causa de suas próprias atitudes e que só quer saber de encontrar uma forma de viver sua paixão com Pietr e de controlar o seu ciúme. 

Com cenas mal escritas, por vezes pensei que tinha perdido alguma coisa, quando no capítulo seguinte algum personagem falava de uma coisa que já tinha deixado de ser abordada muito antes. Não contente com isso, ela ainda deixou incontáveis pontas soltas para os próximos livros da série que tornaram a leitura uma experiência frustrante para mim. Só não desisti da leitura porque fiquei curiosa para saber onde aquele enredo mal construído iria me levar. E não é que no final do livro a autora conseguiu melhorar um pouco? Mas não foi suficiente para mim, já que logo após a única cena de ação genuína da história, ‘A Maldição do Lobisomem’ foi encerrado bruscamente, deixando para o leitor a responsabilidade de se quiser saber o que leu nesse primeiro volume, espere os demais livros da série serem publicados. Ou seja, um livro praticamente inútil que eu não recomendo para ninguém que gosta de histórias bem construídas e que tenham o mínimo de fundamento quando analisadas como um todo.

A beleza é apenas superficial.
Lembre-se, todo mundo tem dias ruins.
E somos todos iguais por dentro.
Reagir da maneira certa é melhor do que possuir a aparência certa.
Tente entender o que a torna especial além das aparências.
Acredite, o mal pode parecer bonito por fora. Pág. 235

Playlist:


--- Isabelle Vitorino ---

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.



ATUALIZAÇÕES DO INSTAGRAM