Resenha: Deuses Americanos por Neil Gaiman

Wednesday want you for God's Army.

Título: Deuses Americanos
Autor: Neil Gaiman
Editora: Intrínseca
Ano: 2016 (2º Edição)
Páginas: 576
Onde comprar: Amazon | Livraria Cultura | Saraiva | Submarino
Sinopse: "A saga de Deuses americanos é contada ao longo da jornada de Shadow Moon, um ex-presidiário de trinta e poucos anos que acabou de ser libertado e cujo único objetivo é voltar para casa e para a esposa, Laura. Os planos de Shadow se transformam em poeira quando ele descobre que Laura morreu em um acidente de carro. Sem lar, sem emprego e sem rumo, ele conhece Wednesday, um homem de olhar enigmático que está sempre com um sorriso no rosto, embora pareça nunca achar graça de nada."

Resenha: It, A Coisa por Stephen King

Quem também não está aguentando a ansiedade para o remake de It, A Coisa?

Título: It, A Coisa
Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Ano: 2014
Páginas: 1104
Onde comprar: Amazon | Livraria Cultura | Saraiva | Submarino
Sinopse: Durante as férias de 1958, em uma pacata cidadezinha do Maine, Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly aprenderam o real sentido da amizade, do amor, da confiança... e do medo. O mais profundo e tenebroso medo. Naquele verão, eles enfrentaram pela primeira vez a Coisa, um ser sobrenatural e maligno que deixou terríveis marcas de sangue em Derry. A Coisa volta a atacar e eles devem cumprir a promessa selada com sangue que fizeram quando crianças. Só eles têm a chave do enigma. Só eles sabem o que se esconde nas entranhas de Derry.

Resenha: A Fera por Alex Flinn

Há alguns anos conheci o filme "A Fera", protagonizado por Vanessa Hudgens e Alex Pettyfer, a produção conquistou meu coração de imediato. Em uma busca para saber sobre a origem daquela releitura, fiquei sabendo que o longa-metragem era uma adaptação da obra escrita por Alex Flinn. Lembro que li avidamente e consegui me apaixonar ainda mais pelo meu conto de fadas favoritos. Mas isso aconteceu quando eu tinha 18 anos recém completados... O que eu senti lendo essa história 6 anos depois? Bem, isso vocês descobrirão nas próximas linhas.

Título: A Fera
Série: Crônicas de Kendra #1
Autora: Alex Flinn
Editora: Galera Record
Ano: 2011
Páginas: 320
Onde comprar: Saraiva
Eu sou uma fera. Uma fera. Não exatamente um lobo, ou um urso, um gorila ou um cão, mas uma terrível criatura que anda em duas patas uma criatura com dentes e garras e pelos surgindo de cada poro de minha pele. Sou um monstro. Você acha que estou falando de contos de fada? De jeito nenhum. O lugar é Nova York. O momento é agora. Não sofro de uma deformidade ou uma doença. E vou ficar dessa forma para sempre destruído , a não ser que possa quebrar o feitiço. Sim, o feitiço, aquele que a bruxa da minha aula de inglês lançou sobre mim. Por que ela me transformou em uma besta que se esconde durante o dia e rasteja à noite? Vou lhe contar. Vou lhe contar como eu costumava ser Kyle Kingsbury, o cara que você gostaria de ser, com dinheiro, beleza e uma vida perfeita. E aí vou contar como me tornei... a fera.

Resenha: O Americano Tranquilo por Graham Greene

Obras que trazem um cenário de guerra costumam despertar a minha atenção. E é em meio a bombardeios e a uma cultura totalmente distinta da que conhecemos, que o autor Ghaham Greene nos mostra uma história forte que pode ou não tratar de amor.

Título: O Americano Tranquilo
Autor: Graham Greene
Editora: Biblioteca Azul
Ano: 2016
Páginas: 232
Onde comprar: Amazon | Saraiva | Submarino
Durante a Guerra da Indochina (1946-1954), o repórter britânico Thomas Fowler conhece, em Saigon, Alden Pyle, jovem americano idealista e impetuoso, enviado em uma missão misteriosa ao Vietnã dominado pelo confronto entre tropas francesas e guerrilheiros comunistas. Experiente e cético, o correspondente de guerra simpatiza com esse “americano tranquilo”. Apesar do interesse mútuo, surge um decisivo foco de discórdia: Pyle apaixona-se por Phuong, a bela amante vietnamita de Fowler, cuja mulher está em Londres. Tendo como tema central um triângulo amoroso, O americano tranquilo é um romance em que as rivalidades pessoais — e sexuais — reverberam as disputas políticas. Essa confluência entre o público e o privado, entre as movimentações geopolíticas e as táticas de guerrilha das relações afetivas, permite a Graham Greene fazer uma crítica das ideologias que contaminam os laços sociais e levam a disputas homicidas.

Tem na Netflix: Fica Comigo

Qual o limite entre o amor e a obsessão?

Título no Brasil: Fica Comigo
Título Original: You Get Me
Ano: 2017
Diretor: Brent Bonacorso
Duração: 89 minutos (1 hora e 29 minutos)
Elenco: Bella Thorne, Taylor John Smith, Halston Sage, Nash Grier, Anna Akana.
Gênero: Drama, Suspense.
Após uma relação de uma noite só, Holly (Bella Thorne) desenvolve uma perigosa obsessão por Tyler (Taylor John Smith) e se transfere para a escola dele, desesperada por manter vivo seu “romance”.

Resenha: Os Mistérios do Sir Richard por Julia Quinn

Depois de um longo tempo afastada do blog, eis que estou de volta! E olha, que saudades eu estava de vir aqui conversar com vocês a respeito das minhas leituras... Por isso, o livro para marcar esse retorno não poderia ser outro que não um da minha amada Julia Quinn. Vamos encerrar juntos mais uma série de romance de época?

Título: Os Mistérios de Sir Richard
Série: Quarteto Smythe-Smith #4
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Ano: 2017
Páginas: 272
Onde comprar: Amazon | Saraiva 
Sir Richard Kenworthy tem menos de um mês para encontrar uma esposa. Ele sabe que não pode ser muito exigente, mas quando vê Iris Smythe-Smith se escondendo atrás de seu violoncelo no musical anual das Smythe-Smith, Richard acha que conheceu alguém muito valiosa. Ela é o tipo de mulher que passa despercebida até a realização de um segundo ou terceiro olhar de outra forma. Mas há algo nela abaixo da superfície, algo quente e ele sabe que ela é única. Iris Smythe-Smith... Ela está acostumada a ser subestimada, com seu cabelo claro e tranquila, mas há uma personalidade astuta que ela tende a esconder, e ela gosta dessa forma. Então, quando Richard Kenworthy se aproxima com galanteios e flertes, parece suspeito. Dando a impressão de um homem que se rende ao amor, mas ela. não pode acreditar que tudo é verdade. Quando sua proposta de casamento se torna uma situação comprometedora obrigatória, você não pode deixar de pensar que há algo escondido por trás disso. . . mesmo que o seu coração diz sim.

Resenha: A Espada do Destino por Andrzej Sapkowski

O destino é uma espada de dois gumes e você vai aprender por bem ou por mal.

Título: A Espada do Destino
Saga: Geralt de Rívia - The Witcher #2
Autor: Andrzej Sapkowski
Editora: Martins Fontes
Ano: 1992
Páginas: 384
Onde comprar: AmazonSaraiva | Submarino
Geralt de Rívia é um bruxo. Um feiticeiro cheio de astúcia. Um matador impiedoso. Um assassino de sangue-frio, treinado desde a infância para caçar e eliminar monstros. Seu único objetivo: destruir as criaturas do mal que assolam o mundo. Um mundo fantástico criado por Sapkowski com claras influências da mitologia eslava. Um mundo em que nem todos os que parecem monstros são maus e nem todos os que parecem anjos são bons.