9 de janeiro de 2017

Comic Resenha: Sweet Tooth - Depois do Apocalipse por Jeff Lemire

Uma década atrás, a praga atacou como fogo em uma floresta e matou bilhões. As crianças que nasceram após esse apocalipse eram um híbrido entre humano e animal.. Gus é uma dessas crianças ameaçadas, um garoto com uma alma doce, uma queda por doces e a feição de um cervo. E crianças como ele valem dinheiro.

Títulos: Sweet Tooth - Depois do Apocalipse Vol. 01: Saindo da Mata
                Sweet Tooth - Depois do Apocalipse Vol. 02: Cativeiro
                Sweet Tooth - Depois do Apocalipse Vol. 03: Exército Animal
                Sweet Tooth - Depois do Apocalipse Vol. 04: Espécie em Extinção
                Sweet Tooth - Depois do Apocalipse Vol. 05: Habitat Anormal
                Sweet Tooth - Depois do Apocalipse Vol. 06: Jogo Selvagem
Autor: Jeff Lemire
Editora: Panini Comics
Ano: 2012-2014
Onde comprar: Amazon | Saraiva

*Sem spoilers.

Sweet Tooth é uma HQ americana publicada em 40 volumes (compilada em 6 pela Panini no Brasil) pelo selo Vertigo, e conta a história de um mundo pós-apocalíptico no qual a raça humana está há dez anos em processo de extinção por uma doença incurável, a praga, dando lugar a uma nova espécie, chamada de híbridos: metade humano, metade animal.

Logo no início do primeiro volume somos apresentados aos personagens principais: Gus, apelidado de Sweet Tooth (Bico Doce) e Jepperd, chamado de Grandão por Gus. Sweet Tooth é um híbrido de humano e cervo, morava com seu pai em uma cabana na floresta, isolado do restante do mundo. Seu pai já estava há algum tempo debilitado pela doença, e sempre recomendou a Gus nunca se afastar do lugar onde moravam e não confiar em ninguém. Após a morte do pai, a reserva em que Sweet Tooth vivia foi invadida por caçadores e ele quase foi capturado. Quem o "salvou" foi Jepperd, que o levou até o acampamento da milícia (espécie de organização militar que capturava híbridos para estudá-los tentando encontrar uma cura para a praga) e o trocou pelo corpo de sua esposa falecida. O Grandão é um homem com vários segredos...

Rapidamente percebemos a crueldade e o desespero dos humanos que restaram. Eles sabem que vão morrer (é apenas uma questão de tempo, ninguém sobrevive à praga) e essa certeza tira qualquer misericórdia e empatia que poderiam sentir pelos mestiços capturados. Como os híbridos começaram a nascer de mulheres que engravidaram após a praga, todos acreditam que de alguma forma eles têm relação com a doença - se não forem a causa dela. Isso até Gus aparecer. Porque ele não nasceu depois da praga. Ele nasceu antes dela. Isso se ele realmente tiver "nascido"...

Ao longo dos volumes, mais alguns personagens são adicionados à história: outros híbridos mantidos em cativeiro, o irmão do chefe da milícia, o "cientista maluco" que estuda disseca mestiços e mulheres grávidas, velhos amigos humanos de Jepperd, um cara aparentemente inofensivo que mora numa represa... Todos desempenham algum papel fundamental na história. Alguns são amigos fiéis. Outros são inimigos abomináveis.

Gus logo percebe que precisa descobrir suas origens, e essa busca o leva ao Alaska. Junto a seus corajosos companheiros, enfrenta vários perigos, confronta algumas verdades e mistérios, deixa amigos pelo caminho... até o desfecho final. Como a praga surgiu, como Sweet Tooth nasceu, o que será da humanidade e dos híbridos nos anos vindouros...

Histórias de mundo pós-apocalíptico têm tudo para serem clichê, mas não é o caso de Sweet Tooth. Jeff Lemire criou uma história fantástica, rica em detalhes, críticas sociais e morais, a velha dicotomia certo/errado, bem/mal. Uma história tocante, onde amizade verdadeira, coragem, fé e esperança confrontam medo, crueldade, intolerância e injustiça. Sem falar no traço do Lemire. A HQ é maravilhosa, em nenhum momento a história perde o ritmo, você é completamente sugado para o mundo de Sweet Tooth e só consegue parar depois que termina o último volume (inclusive, só recomendo a leitura se você tiver todos os volumes, ou vai morrer de curiosidade até ler o próximo ;P) - é de babar o talento e as boas sacadas das ilustrações. Um trabalho impecável. Se você está em busca de uma boa HQ, Sweet Tooth não decepcionará!


--- Mariane Brandão ---

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.



ATUALIZAÇÕES DO INSTAGRAM