8 de fevereiro de 2016

Resenha: Star Wars – Provação por Troy Denning

Olá pessoal! Na nossa resenha de hoje temos um dos melhores livros que já li e que me emocionou muito. Sei que teremos muitos livros de Star Wars pela frente, mas esse já está entre os meus preferidos! Vamos conferir?

Título: Star Wars – Provação
Autor: Troy Denning
Editora: Aleph
Ano: 2015
Páginas: 408
Onde comprar: Saraiva | Submarino
Uma última aventura para Han, Luke e Leia. Star Wars: Provação se passa 40 anos após o acontecimentos do filme STAR WARS – Episódio VI. A trama se inicia quando Lando Calrissian pede ajuda para enfrentar um grupo de piratas em uma de suas minas. Dois grandes vilões, movidos por vingança e ambição e talvez ainda mais perigosos que o próprio Império, farão o ex-contrabandista e a esposa, agora cavaleira Jedi, se unirem novamente a Luke nessa aventura que explora dinâmicas da Força de uma forma nunca antes feita. Repleto de ação do começo ao fim, Provação traz de volta os principais personagens da saga STAR WARS em uma trama que combina perfeitamente chantagens, sequestros e batalhas tão épicas quanto as da trilogia original.

Depois de 40 anos dos acontecimentos do episódio VI, Han e Leia se encontram em uma grande missão novamente. Solicitados por seu amigo de longa data, Lando Calrissian, eles embarcam para enfrentar um estranho conflito com piratas espaciais em sua nova refinaria na Orla Exterior. Porém, não é nada perto do que se imaginava, já que a conspiração paira no ar e as ameaças que sofrem mostram que existe muito mais em jogo.

Dois grandes vilões extremamente inteligentes movidos por vingança e ambição com grande poder a se igualar com o próprio Império farão o ex-contrabandista e a agora cavaleira Jedi se unirem a Luke para enfrentar perigos inimagináveis e caminhos desconhecidos que os mudará pelo resto de suas vidas.

“Provação” é uma obra surpreendente. Nele, reencontraremos os personagens principais da saga Star Wars depois de 40 anos de sua “última” aventura, onde destruíram a Estrela da Morte e fez o Império cair de uma vez. Han Solo já não é mais um contrabandista e a Princesa Leia Organa se torna uma Cavaleira Jedi. Os dois se casaram há muito tempo e já constituíram sua família com mais Jedis. Temos também, Lando Calrissian, que não mais governa Bespin e agora tem uma das maiores refinarias de asteróides da galáxia. E Luke Skywalker, que se tornou grão-mestre Jedi e ensina os poderes da força a jovens de toda parte a se tornarem Cavaleiros Jedi.

Para ajudar Lando, Han e Leia partem para a refinaria com o intuito de resolver problemas com simples piratas espaciais, mas acabam encontrando dois grandes vilões que farão de tudo pra conseguir o que querem, passando por cima de todos que estiverem em seu caminho.

O modo como o autor introduziu novamente os personagens a um enredo totalmente novo, apegando-se aos detalhes de suas personalidades para o seu amadurecimento já feito é algo impressionante. De um modo impecável, nos leva a o universo tão conhecido pelos fãs da saga, mas totalmente renovado, com diversos tipos de alienígenas desconhecidos e a perigos tão comuns antes, de um modo extremamente mais perigoso. Ele também abrange a Força com uma nova perspectiva, muito mais intensa. Revela muitas coisas antes desconhecidas sobre a Força e o modo como ela age nas pessoas e no universo.

Conseguir usar uma obra aclamada mundialmente por décadas para criar algo novo é algo extremamente difícil, principalmente para impactar pessoas que acompanharam as histórias durante toda sua vida. Troy Denning conseguiu fazer isso com verdadeira perfeição, não deixando nada a desejar. Sua narrativa é suave e fluida, fazendo com que a leitura seja fácil e rápida, tanto pela escrita como pela estória em si. Além da edição maravilhosa da Editora Aleph, que também acrescenta bastante no livro.

Para quem assistiu “Star Wars VII – O Despertar da Força”, digo que este livro tende a ter muitos acontecimentos semelhantes aos que se passaram no filme. Digamos que é um passo a frente do que aconteceu no filme, mas com um aprimoramento no desfecho dos personagens, revelando um “universo paralelo” para o destino deles. Conta um pouco de acontecimentos que antecederam a história principal do livro, o que levou a cada personagem a se tornar o que é no momento da trama e as reviravoltas que a vida levou até eles.

Tem muita emoção contida em toda a trama, as quais eu absorvi intensamente. Não achei que leria uma “continuação” tão forte quanto os livros/filmes que inspiraram o autor a escrevê-la. Com ação do início ao fim, “Provação” conseguiu provar ser um dos melhores livros de toda a saga. E está entre os meus favoritos, sem dúvida nenhuma. Sei que não falei o suficiente, mas não quero dar spoiler nenhum, pois o livro se baseia em um mistério e qualquer detalhe pode interferir na interpretação da leitura. Espero que gostem tanto quanto eu.

[...] Han usava a sorte da forma que os Jedi usavam a Força; só que a sorte não era a Força. A Força era abrangente, eterna e ifinita. A sorte era inconstante. Ela ia e vinha, favorecia alguns e desprezava outros. A sorte era matemática, as regras da probabilidade. E a matemática diz que você simplesmente não vai acertar todos os tiros de longo alcance. Pág. 163

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.



ATUALIZAÇÕES DO INSTAGRAM