17 de agosto de 2015

Curta Cinema: Quarteto Fantástico


Título Original: Fantastic Four
Título no Brasil: Quarteto Fantástico
Diretor: Josh Trank
Duração: 101 minutos (1 hora e 41 minutos)
Elenco: Milles Teller, Michael B. Jordan, Kate Mara, Jamie Bell, Toby Kebbel.
Quatro adolescentes são conhecidos pela inteligência e pelas dificuldades de inserção social. Juntos, são enviados a uma missão perigosa em uma dimensão alternativa. Quando os planos falham, eles retornam à Terra com sérias alterações corporais. Munidos desses poderes especiais, eles se tornam o Senhor Fantástico (Miles Teller), a Mulher Invisível (Kate Mara), o Tocha Humana (Michael B. Jordan) e o Coisa (Jamie Bell). O grupo se une para proteger a humanidade do ataque do Doutor Destino (Toby Kebbell).

Após 10 anos do primeiro filme da equipe da Marvel, a Fox aposta em um reboot que teve seu processo de produção turbulento com diversos conflitos do tipo estúdio vs. diretor. 

A trama se inicia mostrando um jovem Reed Richards apresentando uma invenção que teoricamente seria uma máquina de teletransporte. Nesse início, a trama se mostra extremamente acertada ao mostrá-lo como um personagem mais inteligente que a os garotos normais da sua idade, bem como, mostrar de maneira bastante primorosa o início de sua amizade com Ben Grimm. Tudo com bastante sutileza.

Anos depois vemos Reed e Ben (Milles Teller e Jamie Bell, respectivamente) adolescentes e que em uma feira de ciências demostram a tal máquina de teletransporte funcionando. Eles acabam chamando a atenção do Dr. Franklin Storm (Reg E. Carter) e sua filha adotiva Susan (Kate Mara), que revelam que na verdade Reed não estava desenvolvendo uma máquina de teletransporte terrestre e sim mandando objetos para outra dimensão.

Reed é convidado pelo doutor Storm para trabalhar no centro de pesquisas no edifício Baxter e assim construir uma máquina que consiga levar seres humanos para essa outra dimensão, já que o seu projeto "piloto" só enviavam carrinhos e pequenos objetos. É nessa nova perspectiva que também nos é apresentado Johnny Storm (Michael B. Jordan), o filho rebelde do doutor Storm e que só se une aos demais pelo fato de ser um exímio mecânico e ter batido o seu carro em uma corrida de rua ilegal. Para completar o elenco dessa história, Victor Von Doom, um jovem com grande intelecto, porém anti-social e deveras irresponsável, também entra em cena.

Até esse ponto, pode-se dizer que o filme vai bem e o seu desenvolvimento é feito de forma satisfatória, mostrando que esse é um filme mais cientifico e que não possui a menor pressa em chegar ao seu ponto chave. De certa forma, essa é uma proposta diferente dos filmes convencionais de herói. Mas quando partimos para o aprofundamento dessa trama, as coisas começam a ficar estranhas.

No que tange ao aspecto técnico do filme, ele não revoluciona em nada. Pelo contrário, em algumas cenas os efeitos especias estão simplesmente horríveis e em outras não estão mais do que bem feitos. Certamente nada que chegue a impressionar.

Entretanto, a grande inconsistência do filme é a direção. Pelo que pude observar, a direção de Josh Trank se faz presente até quase metade do filme e depois entra em jogo a polêmica fofoca de que a Fox fez diversas refilmagens no filme, tirando cenas filmadas por Trank e colocando cenas filmadas por algum produtor. Como vocês bem podem imaginar, isso deixou a direção do filmes inconstante e pouco coesa.

No quesito ação, o filme peca demais. Só há uma única cena rápida e sem graça, que não vale a pena sequer ser explorada. Ademais, com um roteiro fraco, produção envolta em polêmicas e direção inconsistente, o "Quarteto Fantástico" que poderia ser um filme muito bom, tornou-se uma produção desconexa e insossa. Uma pena.



--- Igor Gabriel ---

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.



ATUALIZAÇÕES DO INSTAGRAM