2 de abril de 2015

Resenha: Escola Noturna por C. J. Daugherty

Livros misteriosos exercem uma estranha atração em mim. E foi por isso que desde que li a respeito de “Escola Noturna” não consegui esquecê-lo. Eu precisava lê-lo e conferir se a minha ansiedade tinha fundamento. E olha, depois da experiência que tive com essa leitura, mal posso dizer como eu fiquei entusiasmada com essa história...

Título: Escola Noturna
Série: Escola Noturna #1
Autora (a): C. J. Daugherty
Editora: Suma de Letras
Páginas: 336
Ano: 2015
Onde comprar: Saraiva | Submarino
Quando todos estão mentindo, em quem você confia? Quando a adolescente problemática Allie Sheridan vai presa de novo, seus pais decidem que já estão fartos. Assim, ela é despachada para a Academia Cimmeria, um colégio interno bem distante dos seus amigos londrinos. A academia é uma bela construção, cheia de adolescentes lindos e milionários do tipo que viaja de jatinho, foi criado pela babá e só faz compras nos endereços mais exclusivos. Em Escola Noturna, primeiro volume de uma trilogia, Allie faz novas amizades e conhece Carter, um rapaz solitário com quem ela sente uma conexão imediata. Só que seus colegas, e talvez até alguns dos professores, estão protegendo um segredo sombrio. Quando o perigo começa a rondar os muros da escola e a violência se torna realidade, Allie terá que decidir em quem confiar, se quiser descobrir o que está acontecendo.

Allie está com sérios problemas em sua vida e a única maneira que ela sabe lidar com isso é sendo o mais rebelde possível. Mas depois de ser presa três vezes seus pais decidem que já está mais do que na hora de fazerem algo a respeito do assunto e a mandam para a escola Cimmeria. Ela pensava que o que a aguardava era algo como um reformatório para delinquentes como ela, mas chegando lá, ela nota que a escola parece mais um lugar exclusivo para onde os chefes de Estado mandam seus filhos para receber uma educação que só alguém com muito dinheiro poderia pagar. Para a sua surpresa, o ambiente não é tão hostil quanto ela imaginava que seria e logo ela faz amizade com Jo e recebe as atenções do cara que é o sonho de qualquer garota, o Sylvain.

Mas as coisas não são tão simples quanto ela imaginava, pois em um lugar tão antigo quanto a Cimmeria, os segredos pareciam ser apenas algo natural demais para serem questionados. Ela poderia deixar a curiosidade de lado a respeito das rígidas regras do lugar se após um terrível episódio ela não tivesse encontrado uma garota morta. Contando com a ajuda de Carter, um garoto tão complicado que ela fica na dúvida constante se deve bater nele ou o beijá-lo, ela descobre que garotos e garotas podem ser muito cruéis, principalmente se acreditam que algo que lhes pertence está sendo tomado.

Mais do que um livro juvenil bem escrito, “Escola Noturna” é extremamente empolgante e misterioso. É tão difícil encontrar um livro que consiga ter todas essas características sem se perder no romance adolescente, que por mais que a promessa de um triângulo amoroso tenha sido assustadora para mim em alguns momentos, a leitura desse livro foi realmente divertida. Escrito em terceira pessoa, vemos tudo o que acontece nesse estranho lugar através da perspectiva de Allie, uma garota problemática, mas que ao contrário de muitas personagens não é uma rebelde sem causa e possui muitos motivos para não encarar a vida de modo tão esperançoso. Particularmente, achei muito interessante a maneira como a autora conseguiu optar por esse tipo de narrativa e ainda assim conseguir com eu me sentisse parte da trama.

Sem sombra de dúvidas o que contribui para isso é a maestria dela em descrever cenários de modo que cada detalhe se torna tão palpável a ponto de você acreditar que um lugar como a Cimmeria existe em algum lugar. Assim como eu fiquei deslumbrada, é possível perceber que a escola exerce um encanto sobre Allie de modo que o que ela começa achando ser um castigo logo vai se transformando em algo parecido com um lar. E como todo lar, ela queria proteger aquele lugar das ameaças que ameaçam destruir tudo o que ela construiu durante a sua estadia. O problema era que ela não conseguia entender tudo o que estava por trás dos terríveis acontecimentos de Cimmeria, já que ela sabia pouco demais e ninguém parecia disposto a esclarecer a dizer nada sobre o assunto, ainda mais se isso afetasse de alguma forma a Escola Noturna.

A Escola Noturna é um dos maiores mistérios do livro. Eu sabia que ela existia, desconfiava de quem poderia fazer parte, mas não consegui adivinhar de jeito nenhum qual era a sua verdadeira função. A autora foi muito esperta e deu várias pistas falsas sobre o que poderia acontecer no período noturno na escola de Cimmeria, mas simplesmente não dá para confiar nela. Quando eu finalmente soube o que a Escola Noturna representava fiquei em choque porque eu jamais imaginei algo como aquilo. Só essa surpresa me deixou morrendo de ansiedade para ler “Escola Noturna – O Legado” e ver quais outros mistérios que não só o lugar, como também, a vida de Allie reservam para mim. Tenho certeza de que se você curte livros com cenários maravilhosos, segredos, disputa de poder e uma pitada de romance, assim como eu, também irá se encantar com a leitura de ”Escola Noturna”.

– Quer saber, Carter? – A voz soou apertada e ela engoliu em seco. – Tem razão. Eu realmente não sei onde estou.
– Então precisa descobrir – disse Carter. – E precisa resolver depressa em quem vai confiar. Pág. 196

Playlist:


--- Isabelle Vitorino ---

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.



ATUALIZAÇÕES DO INSTAGRAM