9 de fevereiro de 2015

Tag: Liebster Award


Recentemente fui indicada pelo pessoal do blog “Além da Contracapa” (um dos meus favoritos) para responder a TAG Liebster Award, que consiste em contar alguns fatos sobre mim, dar algumas respostas e fazer algumas perguntas para os meus indicados. Ficaram curiosos? Vem comigo!

Regras: 
Escrever 11 fatos sobre você.
Responder as perguntas de quem te indicou a TAG. 
Indicar de 11 a 20 blogs. 
Fazer 11 perguntas pra quem você indicar. 
Inserir no post uma imagem com o selo Liebster Award. 
Linkar de volta quem te indicou.

FATOS SOBRE MIM

1. Sou uma pessoa indecisa por natureza e meus pensamentos acabam se confundindo rapidamente. Isso influenciou na minha escolha de graduação, já estou na minha quarta tentativa de curso. Shame on me!

2. Sou completamente apaixonada por animais, mas sempre morri de medo de animais de maior porte até que comecei a andar a cavalo e ganhei um melhor amigo canino da raça Rottweiler.

3. Apesar de não gostar de ler muitos gêneros literários e não comprar alguns livros por causa disso, não nutro preconceito literário, nem julgo o que as outras pessoas leem.

4. Sofro de ressaca literária constantemente. Tanto que mesmo sem abandonar, tem livros que me acompanham há meses por causa desse efeito indesejado.

5. Adoro dormir, mas sou notívaga. Resultado: durmo pouco, leio menos do que gostaria e passo boa parte do dia mal humorada.

6. Fico com a consciência pesada pelo número de livros não lidos na minha estante, porém, não consigo deixar de comprar os meus desejados.

7. Não consigo organizar meu tempo, mesmo com muito esforço. Fico boquiaberta como ainda consigo dar conta de boa parte das minhas tarefas diárias, incluindo meu compromisso com o blog.

8. Nunca encontro nada do que procuro. Sério, senão for minha mãe para ir atrás do que perdi, fico procurando o dia todo e não acho nada (o pior é que ela sempre acha em algum lugar que já procurei).

9. Só consigo organizar minha estante por gêneros. De verdade, já tentei inúmeras vezes apelar para ordem alfabética de títulos/autores e tantas outras maneiras, mas nunca consigo achar os meus livros.

10. Se eu pudesse morar em um lugar do mundo, escolheria a Espanha. Desde que passei um tempinho vivendo lá que me apaixonei por esse país de cultura tão diversificada e de autores maravilhosos (Toni Hill e Carlos Ruiz Zafón).

11. Acredito em horóscopos e vejo o meu todo semana. O signo Touro me descreve tão bem que parece que sou eu falando sobre o meu jeito de ser.

PERGUNTAS E RESPOSTAS

1. Como surgiu o hábito da leitura?
Acredito que tudo começou quando eu era criança e iniciei minha jornada com a série “Vaga-Lume”. Infelizmente fui perdendo o hábito com o tempo e só voltei a ler com mais frequência quando iniciei o ensino médio. Minha professora de Português foi muito importante nessa retomada, já que foi através das aulas dela que eu comecei a ler e a tomar gosto por passar horas entretida em um mundo que apesar de fictício, me levava a lugares extraordinários.

2. Qual o primeiro livro que você lembra de ter lido por vontade própria?
“Aventuras de Xisto” de Lucia Machado de Almeida. Mas acredito que haja algum outro  que eu não recordo.

3. Gosta de adaptações cinematográficas ou prefere deixar por conta da imaginação?
Eu tenho uma opinião dividida a respeito desse assunto. Gosto de assistir adaptações de livros que eu não conheço ou que eu li e não nutro nenhum sentimento muito forte por eles, mas não gosto de assistir adaptações de livros que li e amei. Como, por exemplo, “A Culpa é das Estrelas” e “A Menina que Roubava Livros”.

4. Que livro mais marcou sua vida?
Nossa, que pergunta difícil! Eu sou uma leitora completamente apaixonada e fico dividida entre livros diferentes e que me marcaram em épocas diferentes. Mas vou optar pelo livro que até hoje tenho um carinho especial, “A Menina que Roubava Livros”.

5. Se você pudesse mudar o final de um livro, qual seria?
Apesar de ser um livro que eu adoro todo o conceito, mudaria o final de “Os Três”. Ainda não consigo aceitar a teoria que a autora expôs e preferia que ela tivesse optado pela outra opção que ela também abordou no livro.

6. Qual livro você se sente um ET por ter gostado (ou não ter gostado)?
Acredito que ter gostado de “Como Se Livrar de Um Vampiro Apaixonado”. O título é bem tosco e remete bem a fase literária que tivemos após o boom da saga Crepúsculo, mas a história é tão divertida que não consegui não gostar do livro.

7. Qual seria sua maior conquista enquanto blogueiro?
Acho que saber que o que eu escrevo é lido por outras pessoas é uma conquista e tanto. Sempre me senti solitária por nunca conseguir compartilhar minhas ideias e opiniões sobre livros com outras pessoas que me rodeavam. Ninguém tinha tanto interesse por livros quanto eu. Agora não, independente do número de pessoas que seguem o blog, sei que há alguém mais que quer saber o que tenho a dizer. Isso é impagável!

8. Sua rotina mudou desde a criação do blog? Como?
Mudou muito. Desde que me inseri no mundo dos blogs precisei deixar de fazer algumas coisas para ler um livro que tinha que resenhar e gastar horas e horas escrevendo resenhas e outros posts. Às vezes sinto falta de uma rotina mais flexível, mas não me vejo longe dos leitores, que também se tornaram meus amigos.

9. De qual autor você leria até lista de supermercado?
Nessa eu fico dividida entre duas autoras que eu adoro: Judith McNaught e Sarah Addison Allen. Mas se eu tivesse mesmo que escolher entre elas, ficaria com a última porque acredito que até a lista do supermercado dela teria itens mágicos.

10. Qual personagem ou autor você convidaria para jantar?
Certamente o Edgar Allan Poe. Mesmo ele sendo bem sinistro, tenho um profundo interesse em saber porque ele sempre coloca a morte como sua verdadeira protagonista.

11. Você se considera viciado em livros? Por quê?
Sim. Não acredito que exista uma vida sem leitura. Sei que parece piegas ou clichê, mas ler me fez alguém melhor. Cada livro que pego para ler é uma oportunidade a mais que tenho de amadurecer e obter mais conhecimentos.

MINHAS PERGUNTAS

1. Como você enxerga o cenário literário na atualidade? Acha que temos muitos modismos ou você ainda se surpreende com a originalidade dos escritores?
2. Você lê muitos livros nacionais? Se sim, qual o seu livro favorito?
3. Qual o gênero que você mais lê? Dê algumas dicas de leitura dentro desse gênero.
4. Qual livro você ficou dividido entre o amor e o ódio?
5. Se pudesse escolher um autor que já morreu para voltar a vida, quem seria? Por quê?
6. Existe algum tipo de livro que você não lê porque já está saturado do gênero?
7. Um personagem que parece com você e um que tenha qualidades que você busca em um(a) parceiro(a).
8. Qual o livro que está no topo da sua lista de desejados?
9. Uma história que você gostaria que fosse adaptada e outra que você preferia que não fosse.
10. Se pudesse dar conselhos (ou uns bons tapas) em um personagem, qual seria e por que?
11. Você considera o “blogueiro” como um profissional ou apenas alguém que tem um hobbie?

BLOGS QUE EU INDICO PARA ESSA TAG


--- Isabelle Vitorino ---

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.



ATUALIZAÇÕES DO INSTAGRAM