30 de julho de 2014

Confissões de uma Blogueira em Crise: Bloqueio Criativo


É dia 27 de Julho de 2014 e eu estou a uns bons minutos tentando encontrar inspiração para escrever. Mas agora que já são 18:08, as primeiras linhas de algo totalmente novo começam a surgir na minha mente. Engraçado é que eu não tinha a menor intenção de revelar para alguém que estou enfrentando o temido “Bloqueio Criativo”.  Mas agora que estou falando sobre ele as coisas parecem se desenrolar muito bem.

Você que está aí do outro lado dessa tela pode pensar: “Mas isso não é coisa de escritor?”, pois bem, é. No entanto, não é deles. Acredito que qualquer pessoa que tenha que lidar com as palavras em algum momento tem que encarar a falta total de inspiração para escrever uma linha sequer sobre qualquer coisa. O que assusta é que às vezes esse bloqueio vem e não quer mais ir embora.

Esse é o meu caso. E eu estou apavorada em pensar que não existe uma cura para isso. Afinal, eu amo ler e escrever, e não entendo porque não consigo simplesmente colocar para fora todas as emoções que tenho dentro de mim. Ainda mais em se tratando de livros. Foi por isso que decidi que de uma forma ou de outra eu iria arrancar as palavras e as emoções que estavam presas em algum lugar da minha mente e colocá-las para fora de um jeito ou de outro.


Acho que foi assim, de um jeito meio torto, que nasceu a mais nova coluna do blog: “Confissões de uma blogueira em crise”. O que você poderá ver aqui? Hunn... Eu ainda não sei. Mas é certo que tudo que me apavora nesse mundo tão vasto que é a blogosfera aparecerá por aqui de uma forma leve e descontraída. No fundo, no fundo, eu acho que essa foi a forma que eu encontrei de manter um diálogo mais aberto com você, caro leitor, sem parecer tão “certinha” como acontece nas resenhas.

Mas também quero ser útil e trazer alguma informação diferenciada. No caso do tema de hoje, fui fazer algumas pesquisas para saber como as pessoas enfrentam esse tipo de situação em que querem/precisam escrever, mas as ideias não fluem. E olha, o que encontrei me deixou boquiaberta, porque a solução para esse problema é tão simples quanto um... escreva! É isso. Apenas isso que as pessoas indicam como melhor remédio para encarar o bloqueio criativo.

No entanto, todas as fontes que acessei dizem a mesma coisa: se você não está conseguindo escrever sobre um determinado assunto, escreva sobre outro até encontrar o momento ideal para voltar aquele texto que você não estava conseguindo desenvolver. A verdade é que insistir em algo que só está te deixando nervoso nunca ajuda, só atrapalha. Além do que, existem tantas outras coisas sobre as quais escrever, não é?

E antes que você replique: “Mas eu preciso escrever sobre isso. Não posso deixar este assunto de lado.”. Saiba que eu reuni algumas dicas bem bacanas que podem ajudar você, assim como estão me ajudando.


1. Tente relaxar. Ficar desesperado e irritado com o bloqueio, só faz a situação piorar.

2. Dê um descanso para você e o texto. Enquanto isso aproveite para ler outras coisas sobre o assunto. Quem sabe assim a inspiração resolve aparecer de novo?

3. Mude a maneira como as coisas estão sendo feitas. Por exemplo, se você não consegue mais abrir um arquivo no Word e encarar aquela página em branco, pegue um caderno e comece a rabiscar algumas ideias. Tenho certeza, que logo logo, você terá uma linha de raciocínio nova a seguir.

4. Troque de ambiente. Às vezes o melhor que se tem é fazer é sair da escrivaninha e ir à caça de um lugar que pareça acolhedor e não desperte aquela sensação de desconforto própria de quem já está cansado de olhar para as paredes brancas do cômodo e ouvir o som do seu computador.

Em suma, essas são algumas das coisas que estou praticando nesse exato momento e acho que elas estão surtindo algum efeito, já que eu estou chegando a conclusão de um texto que eu jamais imaginei que fosse escrever. E se por acaso, você tentar colocar essas dicas em prática e não funcionar, não se esqueça de dar uma conferida no texto do blog “Posgraduando”. Encontrei boas indicações por lá.

--- Isabelle Vitorino ---

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.



ATUALIZAÇÕES DO INSTAGRAM