10 de junho de 2014

Resenha: Desejos por Alexandra Bullen

“Desejos” é o primeiro livro de uma série que possui histórias independentes da autora americana Alexandra Bullen. Voltado para o público jovem, nesse primeiro volume ela traz o drama de Olivia em superar a morte da sua irmã gêmea Violet. No entanto, se engana quem pensa que diante dessa premissa muitas emoções estão reservadas para o leitor, pois infelizmente não é isso o que acontece...

Título: Desejos
Série: Desejo #1
Autor (a): Alexandra Bullen
Editora: Galera Record
Páginas: 381
Ano: 2014
Onde comprar: Saraiva
Para Olivia Larsen, nada poderia mudar o fato de que sua irmã gêmea, Violet, se foi. Até que um misterioso vestido de festa é deixado à sua porta, e ele é capaz de lhe conceder um único desejo. A única coisa que Olivia quer é ter a irmã de volta. Agora, as garotas têm uma nova chance de viver tudo o que sempre sonharam. De quebra, descobrem que existem mais dois vestidos com o mesmo poder, ou seja, mais dois desejos novinhos em folha! Mas mágica não pode resolver tudo e Olivia precisa confrontar os fantasmas de seu passado para aprender a rir, amar e viver novamente.

Olivia Larsen não consegue tirar da cabeça o fato de que sua irmã gêmea está morta. Com dezesseis anos de idade e tendo que encarar uma mudança drástica em sua vida, ela ainda tem que assistir a sua família se separando um pouco mais a cada dia. As brigas dos seus pais são constantes, ela não tem amigos e tudo parece ficar pior a cada dia. Ela só queria ter Violet ao seu lado novamente. Mas ela sabe que isso é algo quase impossível. Quase... Porque após conhecer uma estranha mulher dona de um ateliê, ela é presenteada com um vestido mágico que traz de volta para ela o que ela mais queria: a sua irmã. Tendo uma oportunidade de ter a companhia de Violet mais uma vez, aos poucos Olivia vai deixando seu medo de lado e reaprende a viver, amar e sonhar.

“Desejos” é um livro que desde o primeiro momento busca despertar o lado mais sensível do leitor. Com promessas de delicadeza e emoções à flor da pele, é com certo pesar que pouco a pouco percebemos o quanto a autora se desviou do seu intuito inicial. Caindo no clichê de focar no romance e pecando na caracterização dos seus personagens, o seu texto não possui um diferencial que nos impulsione a ler o livro. Pelo contrário, com vários momentos em que a única vontade que temos é de postergar a leitura pela morosidade com a qual ela construiu a história, as páginas transcorrem de modo morno e nenhuma reviravolta considerável acontece antes de chegarmos próximo do final.

E mesmo que vez ou outra seja possível notar um pouco da magia e densidade que era prometida, essas características não são exibidas de forma tocante. Talvez isso tenha acontecido por causa protagonista que nos conta a história. Pois é com muita autopiedade e autodepreciação que ela vai narrando o seu dia a dia após a morte da sua irmã. Se concentrado principalmente no fato de não saber ser sociável sem Violet para ajudá-la, Olivia passa a maior parte do livro choramingando pelos cantos mesmo quando consegue aquilo que ela tanto quer. Violet, por sua vez, quando aparece na narrativa é para dar ordens e querer que sua irmã se torne uma cópia ainda mais fiel dela do que já é em decorrência das suas aparências tão semelhantes.

A infelicidade da autora na hora de construir seus personagens foi tanta que a “antagonista” da trama não desperta nenhum tipo de sentimento negativo no leitor e o mocinho não consegue mostrar todas as qualidades que fazem dele um garoto tão disputado. E como se só isso não bastasse, todos os demais personagens que aparecem na história não tem propósito algum a não ser interagir com a Olivia. É notória a falta de aprofundamento nos personagens secundários e na trama como um todo, já que o pouco que é mostrado sobre cada um desses pontos é feito de forma muito superficial. Tanto que ao final, eu desejei que a autora tivesse feito outra versão da história. Sendo que dessa vez, com um pouco mais de explicações acerca dos eventos mágicos que ocorrem e com um melhor desenvolvimento da trama com um todo.

Em suma, é um livro com muitas falhas e que vai deixar uma interrogação no ar para quem costuma gostar de histórias completas em todos os sentidos. Mas para quem não vê nenhum problema nos pontos que mencionei e quer conferir a história, logo notará que "Desejos" é um livro voltado para um público bem jovem e que sonha em encontrar o primeiro amor, ter um papel importante dentro de sua turma e ainda morar em uma cidade tão bela quanto São Francisco.

[...] Ela queria agradecer ou alguma coisa do tipo, mas achou que as palavras seriam simples demais, óbvias demais para significar o que ela realmente queria dizer. Pág. 48

Playlist:


--- Isabelle Vitorino ---

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.



ATUALIZAÇÕES DO INSTAGRAM