Edgar Allan Poe: Análise da Edição "Histórias Extraordinárias"

Se existe um autor que eu sempre faço questão de ter todas as edições dos seus livros é Edgar Allan Poe. Além do meu amor irrevogável por ele, há também uma outra motivação por trás desta decisão, qual seja: infelizmente o mercado literário brasileiro ainda não possui uma publicação com a obra completa do mestre. No entanto, tenho de convir que há ótimas opções à disposição daquele leitor que quer ter um maior contato com os textos de Poe, principalmente depois do lançamento da nova edição de Histórias Extraordinárias pela Companhia das Letras.

Título: Histórias Extraordinárias
Autor: Edgar Allan Poe
Editora: Companhia das Letras
Ano: 2017
Páginas: 448
Onde comprar: Amazon | Fnac | Submarino | Livraria Cultura
Histórias extraordinárias reúne dezoito contos assombrosos de Edgar Allan Poe, com seleção, apresentação e tradução do poeta José Paulo Paes. Este livro traz, entre outras obras-primas do mestre do suspense e do mistério, “A carta roubada”, “O gato preto”, “O escaravelho de ouro”, “O poço e o pêndulo” e “O homem da multidão”. O caráter macabro das histórias, dotadas de profundidade psicológica e imersas em uma atmosfera eletrizante, continua a conquistar novos leitores e a afirmar sua condição de clássico. Nas palavras de Paes, “Poe sempre consegue […] provocar-nos aquele arrepio de morte ou aquela impressão de vida que, em literatura, constituem o melhor, senão o único, passaporte para a imortalidade”. 

Há alguns anos a editora Companhia das Letras publicou, pelo selo "Companhia de Bolso", a sua primeira edição de "Histórias Extraordinárias". Sendo esta, uma edição mais pura e crua da obra do icônico autor, atendia bem ao público que buscava conhecer as histórias de Edgar Allan Poe, mas ainda não apresentava conteúdo vasto o suficiente para levar aos mais interessados, outros pontos da obra do autor.

Por isso, quando finalmente pude apreciar o cuidado que a editora teve com a novíssima edição das famosas histórias do mestre, não pude sentir nada menos que felicidade. Como é possível perceber ao passear pelo blog, busco divulgar a obra do autor o máximo que posso, e ter este livro na minha prateleira certamente fará uma enorme diferença na elaboração de resenhas e no aprofundamento nos textos do autor. O porquê disso, conto logo abaixo... 


COMPONENTES DA EDIÇÃO


Acabamento: Acredito não estar equivocada ao dizer que o que primeiro encanta ao leitor é o empenho que a editora tem em levar às prateleiras uma edição impecável. E isso perpassa, é claro, pela elaboração da diagramação até chegar a escolha do material utilizado para confecção do livro. Afinal de contas, ainda há um forte apego ao objeto-livro. Se analisado sob este aspecto, "Histórias Extraordinárias" tem tudo o que o leitor preza: capa dura, páginas amarelas e fonte em bom tamanho. Mas não é só isso que se pode observar, há também um trabalho espetacular em ilustrações, que é impossível não ser reparado, e uma aplicação de adornos dourados que nos remete aquelas edições de biblioteca que sempre quisemos ter em casa. O único ponto que pode desagradar aqueles mais acostumados com as medidas padrões de livros, é que esta edição é ligeiramente menor, todovia, reafirmo o que disse antes: a fonte está em tamanho deveras confortável, de modo que as medidas do livro não tem maiores implicações na vida do leitor.


Obras: Uma das coisas que mais me saltam aos olhos na escolha de um livro com compilação de contos é a distribuição equitativa entre textos famosos do autor em comento, e também de outros escritos difíceis de serem encontrados. Nesse aspecto, a novíssima edição de "Histórias Extraordinárias" da Companhia das Letras oferece aos seus leitores nada menos que 06 (seis) contos nesses moldes, dentre os 18 (dezoito) disponíveis na obra. Dentre eles, destaco "Pequena Palestra com uma Múmia" e "O Sistema do Dr. Alcatrão e do Professor Pena", por ilustrarem de modo preciso o quão diversificado é o conteúdo trazido pela editora. No entanto, não poderia deixar de mencionar aqueles que os leitores sempre leem a respeito, como, por exemplo, "O Retrato Ovalado" (ou simplesmente, "O Retrato Oval"), "O Poço e o Pêndulo", "A Queda da Casa de Usher", "O Escaravelho de Ouro" e "O Coração Delator".


O Que Há de Novo: Para o leitor curioso, não só basta a editora entregar uma edição arrasadora em acabamento e com o texto integral da obra, isso, porque, atualmente há uma necessidade cada vez mais pujante de se aprofundar em temas que antes interessavam mais ao público acadêmico, do que aos demais leitores. E para presentear esse leitor sedento por conhecimento, a Companhia das Letras trouxe nesta edição diversos textos de apoio que são extremamente importantes para não só entender o contexto que a obra do Poe foi desenvolvido, como também, para desvendar um pouco mais dos segredos do icônico autor. Dentre esses escritos temos a apresentação do livro por José Paulo Paes, tradutor da obra, o texto "O Contista" de Julio Cortázar, no qual é desenvolvido uma teoria acerca da produção literária de Poe, e também, "Edgar Allan Poe" de Jorge Luis Borges e "Novos Comentários sobre Edgard Poe" de Charles Baudelaire, onde ambos os autores tratam de maneira conjunta a vida e a obra do mestre.









Essa sem sombra de dúvidas é uma das obras mais completas que podemos encontrar no mercado literário. A excelência que a Companhia das Letras empregou em cada detalhe desta edição me faz colocá-la em um pedestal! Isso, porque, aliando um conteúdo diversificado - e que atende aos leitores mais exigentes -, com um acabamento primoroso, a editora fez chegar até os leitores um livro que, apesar de não conter a obra completa do autor, consegue transmitir perfeitamente nuances importantes da sua vida e obra. Será que em breve a editora trará para o leitor brasileiro uma nova compelição com contos de Edgar Allan Poe? Torçamos para que sim. 

--- Isabelle Vitorino ---

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.