Resenha: Cidade dos Anjos Caídos por Cassandra Clare

Eu estava dando uma olha no blog um dia desses e reparei que eu não tinha feito à resenha do livro Cidade dos Anjos Caídos, da Cassandra Clare, e fiquei tipo: “Mas como eu não fiz essa resenha? Por quê?”. E não tinha uma resposta para essas perguntas, simplesmente não lembrava. Com a aproximação do filme baseado em Cidade dos Ossos, resolvi reler todos os livros de Os Instrumentos Mortais e lembrei o motivo de não ter feito a resenha de Cidade dos Anjos Caídos, e posso dizer que preferia não ter lembrado, o motivo era um só; um B.P.I.A.C.S., Bloqueio de Péssima Ideia de a Autora ter Continuado a Série.

Título: Cidade dos Anjos Caídos
Série: Os Instrumentos Mortais #4
Autor (a): Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Páginas: 364
Ano: 2012
A guerra acabou e Caçadores de Sombras e integrantes do submundo parecem estar em paz. Clary está de volta a Nova York, treinando para usar seus poderes. Tudo parece bem, mas alguém está assassinando Caçadores e reacendendo as tensões entre os dois grupos, o que pode gerar uma segunda guerra sangrenta. Quando Jace começa a se afastar sem nenhuma explicação, Clary começa a desvendar um mistério que se tornará seu pior pesadelo.

Quando terminei de ler Cidade de Vidro já sabia que a Cassandra Clare estava trabalhando em uma continuação para série, o que me deixou alegre como fã, mas receoso como leitor. Cidade de Vidro tinha sido perfeito (é o meu livro favorito da série) e não compreendi por que ela tinha que continuar, a Cassie poderia muito bem ter amarrado todas as pontas soltas e encerado a estória ali, no ápice. O fato é que eu tive medo dela estragar o final brilhante que deu ao terceiro volume da série – e o meu medo estava condizente.

O que era para ser uma continuação para a série, pareceu mais um livro só do Simon. Os personagens principais, Clary e Jace, foram jogados para escanteio e Simon simplesmente levou a história nas costas. E eu me surpreendi com o Simon, já que ele que era um dos meus personagens prediletos, nesse livro não me causou nenhuma empatia.

Cidade dos Anjos Caídos tem todo o enfoque em Simon, como eu já havia citado anteriormente. Sendo um vampiro com certas habilidades especiais (ele consegue andar a luz do sol e não pode ser atacado ou morto – por causa da marca de Caim que a Clary fez nele em Cidade de Vidro), algumas criaturas do submundo o querem do seu lado. Simon tem papel fundamental no mistério deste livro.

Uma coisa que contribuiu bastante para eu não gostar tanto deste livro foi o retorno do Jace depressivo e sem rumo, e a Clary chatinha. Eles já haviam passado por tantas coisas para ficarem juntos e, simplesmente, como se voltassem no tempo, surgem novos problemas. As ações deles não condizem com os personagens destemidos e fortes que vimos em Cidade de Vidro.

A escrita da Cassie ainda continua ótima, mas eu senti que ela perdeu um pouco do ritmo que estava presente nos outros livros. Talvez a culpa da perca do ritmo seja dos conflitos propostos pela autora, que chegam a ser cansativos.

Além da Clary e do Jace, a Cassie também pareceu se perder com os outros personagens. O Alec, por exemplo, estava chato com seu ciúme sem pé e nem cabeça. Ele precisa entender que o Magnos é imortal e que já teve outros relacionamentos antes. Espero de coração que esse ciúme de Alec não estrague o carinho que sinto pelo casal.

E reforço mais uma vez a minha opinião de que a série deveria ter sido encerrada em Cidade de Vidro. Por mais tentador que seja continuar uma coisa que esteja fazendo tanto sucesso, espero que Os Instrumentos Mortais seja encerado mesmo em seu sexto volume, como já foi divulgado pela própria Cassie,  e não acabe virando um House of Night da vida – que enrola história onde não há mais para ser enrolado.

Encerrando essa resenha deixo para vocês o trailer de Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos!



[...] vejo meus irmãos entregando os respectivos corações e penso "não sabem que não deveriam fazer isso?" corações são frágeis. E acho que mesmo quando a pessoa se cura, ele nunca mais volta a ser como era antes.

--- Jackson Fernandes --- 

15 comments

Aline Gago 29 de julho de 2013 23:07

Olá,
Te indiquei para a tag: Incentivo à Leitura.
Bjs
Aline Gago
http://bibliotecamirim.blogspot.com

Apanhador de Livros 30 de julho de 2013 14:38

Oin, fiz de tudo para não ler sua resenha pois infelismente não começei a série AINDA! kkkkkk
Mas peguei algumas partes como a que você não gostou do livro. :/
Que chato. Todos falam tãooooooooo maravilhosamente bem dessa série.
Não sei muito bem o que esperar dela ainda, não vou criar grandes expectativas pois as mesmas podem não ser superadas. Mas anseio gostar***


Um Beijo! ;D
http://apanhadordelivros.blogspot.com.br/

Daiane Miranda 30 de julho de 2013 14:59

Oie,

Esse é realmente um dos grandes problemas de grandes séries, por um lado como fã adoramos ter mais e mais, mas até mesmo nós percebemos quando o lucro passou por cima da história .. chega a ser triste .. neh?

bjs

Se quiser da uma olhada :D http://www.partesdeumdiario.com/2013/07/saindo-da-rotina-gordices-i.html

Mundo dos Livros 30 de julho de 2013 20:52

Oi,

Eu adoro essa série, só não gostei deste livro particularmente. Sabe quando um autor quer esticar uma série de livros só para ganhar mais dinheiro? Foi isso que eu senti ao ler esse livro, mas os três primeiros são ótimos. No momento estou lendo o quinto volume, Cidade das Almas Perdidas, e estou gostando, está se mostrando bem melhor que o anterior, Cidade dos Anjos Caídos.

Um conselho. Leia a série e quando chegar ao quarto livro deixe a mente bem aberta.

Semana que vem acho que já tem a resenha de Cidade das Almas Perdidas. Então acompanha o blog para saber a minha opinião.

Abraços,

Jackson Fernandes

Mundo dos Livros 30 de julho de 2013 21:01

Não é, Daiane?
Esses autores que só pensão no dinheiro para me não merecem respeitos, se a pessoa faz uma coisa tem que ser por amor e não por dinheiro. Mas ainda relevo a Cassandra Clare, fico mesmo é indignado com a P.C. Cast. Fico me preguntando até quando ela vai ficar enrolando com House of Night.

Abraços,
Jackson Fernandes.

Mundo dos Livros 30 de julho de 2013 21:01

Oi, Aline.


Obrigado!


Abraços,
Jackson Fernandes.

Rosana Apolonio 31 de julho de 2013 09:30

Li até Cidade de Vidro e também fiquei encantada com o livro. Acredito que foi um dos melhores da série, apesar de Cidade dos Ossos ter um lugar especial no meu coração por ser o primeiro da série. Acho que é por isso que apesar de ter muita curiosidade de ler os demais livros, ainda estou receosa, principalmente depois de ler a sua resenha. Entretanto, acredito que lerei os demais em breve porque quero me preparar para o lançamento do filme. ;)

Daiane 31 de julho de 2013 10:13

Senti muito disso também na série do Diario da Princesa .. tinham partes que na minha opinião era só para enrolar.... sabe livros dispensaveis ... e axo horrivel esse tipo de coisa... se não acrescenta nada pq continuar neh? ou tira a parte enroladora e junta em um unico livro o que necessita ..


Bjss

Mundo dos Livros 31 de julho de 2013 15:48

Oi, Rosana.
Cidade dos Ossos também tem um lugarzinho no meu ♥. Eu estou continuando a série, por que não gosto de deixar pela metade, mas como já falei na resenha, achei desnecessário ele continuar. No momento estou lendo Cidade das Almas Perdidas e esta se mostrando melhor do que o seu antecessor, Cidade dos Anjos Caídos, mas só vou ter um resposta concreta quando terminar. Acho que semana que vem já tem resenha dele por aqui.
Abraços.
Jackson Fernandes

aninha 31 de julho de 2013 17:34

eu tenho Cidade de Vidro aqui pra ler mas alguns livros na frente e ainda não li, sou uma grande fã dos livros da Cassandra Clare e olha, não é a primeira resenha que alguém fala que a série deveria ter terminado no terceiro livro. a escrita dela é muito boa, gostosa de se ler, seria bem mais fácil e proveitoso desenrolar outra história e não ficar inventando o que já passou a sensação de que acabou. uma coisa que eu amo são essas capas. cada uma mais linda que a outra! bom, ta aí a série e com certeza vou ler os outros e vem o filme né. torcendo muito pra que seja a altura do livro, tenho trauma de adaptações rsrs. bj!

Mundo dos Livros 31 de julho de 2013 22:29

Oi, Aninha.
Cassie tem o dom mesmo de nos envolver na estoria. Também adora as capas de Os instrumentos mortais e as de As peças infernais. São sempre lindas.
Tenho medo de adaptações também, mas estou confiante de que a de CoB vai ótima.
Abraços,
Jackson Fernandes

Luciana Machado 1 de agosto de 2013 21:41

até hj só li o 1º livro, "Cidade Dos Ossos", tinha achado ele legal até uma certa parte, depois fiquei meio :-/
Mas esperara um dia terminar de ler a série, mas essa resenha me desanimou um pouco...
Talvez um dia eu termine ^_^

Mundo dos Livros 2 de agosto de 2013 14:53

Oi, Luciana!
Leia, com certeza vai valer a pena! Estou lendo Cidade das Almas Perdidas, o quinto livro, e estou achando que Cidade dos Anjos Caídos foi uma exceção, mas só vou poder confirmar mesmo quando terminar de ler.
De uma chance para a Cassie!
Abraços,
Jackson Fernandes

Daniely Capulleto Fray Duchann 8 de setembro de 2013 11:49

olha eu como fã da seri adorei ela n ter parado no terseiro livro sabe eu acho essa autora muito boa espero gostar dos proximos livros já que já li só o primeiro

fanatica por novelas 8 de setembro de 2013 20:34

O jace clary tem que ficar juntos de qualquer

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.