Resenha: Dália Azul por Nora Roberts


Título: Dália Azul 
Série: Trilogia das Flores #1
Autor (a): Nora Roberts
Editora: Bertrand Brasil
Ano: 2012
Páginas: 378
Stella Rothchild tem compulsão por planejar tudo em sua vida, o que, segundo ela própria, a mantém longe de imprevistos. Mas com a morte repentina do seu marido, ela e seus dois filhos acabam mudando-se de Michigan para Memphis. Graças ao seu emprego como responsável do viveiro dirigido por Roz Harper, ela vai morar na misteriosa Harper House. O que ela não sabia é que além dos Harpers, a mansão centenária era lar do fantasma da Noiva Harper, que costuma andar pelos corredores cantando canções de ninar ao cair de noite. Confiante de que a assombração não era real, ela passa seu período de luto com a ajuda dos amigos que encontrou naquele lugar. Contudo, quando ela passa a se envolver com o designer Logan Kitridge, a Noiva Harper mostra que não suporta a felicidade alheia e que não descansará até que tenha sua vingança.

Stella vive uma vida simples, mas feliz. Ela possui filhos maravilhosos e um marido que a ama muito, contudo, o destino é implacável e o tira de seu convívio da maneira mais trágica possível. Atormentada e entorpecida pela dor, ela não vislumbra um futuro em Michigan e muda-se para Memphis a procura de um recomeço. E graças à confiança de Roz Harper, ela não só encontra um trabalho e um lar, como também, amigos que se importam verdadeiramente com ela e seus filhos. O que ela não esperava é que sua estadia na Harper House fosse abalada por um fantasma que passava horas cantando canções de ninar para seus filhos no quarto ao lado e que estava disposta a ultrapassar todos os limites para separá-la do homem pelo qual ela se apaixonara.

Dália Azul é o primeiro livro sobrenatural da Nora Roberts que eu leio, diferente dos demais, nessa história pude ver uma trama especial cheio de suspense, assombrações e segredos antigos, mas que trata principalmente de superação e de recomeço. Stella é uma personagem forte e que é capaz de fazer qualquer coisa por seus filhos. Quando chega à mansão da família Harper, ela deseja mais do que tudo poder viver uma vida feliz com sua família, mas não está em seus planos se apaixonar, muito menos por Logan, um designer prepotente que além de tudo é um conquistador que não se dá ao trabalho de negar que é um solteirão convicto. Contudo é exatamente isso o que acontece. E apesar de relutar em admitir que deseja ter a chance de ser feliz novamente ao lado de alguém, aos poucos ela se vê envolvida com Logan de uma forma muito intensa.

O maior problema é que a Noiva não suporta os homens e está disposta a fazer qualquer coisa para afastar os dois, mas ninguém sabe como pará-la, já ninguém possui informações sobre ela o porquê dela estar na Harper House. E é justamente nesse ponto em que eu me vi ainda mais envolvida na trama criada por Nora, pois além de fazer com que queiramos ver o desenrolar da relação entre Stella e Logan, ela mantém a curiosidade a respeito do que aconteceu com a Noiva para que ela esteja presa aquele lugar, como também, para que ela nutra tanto ódio pelos os homens. Confesso que fiquei estarrecida com o final do livro e mal posso esperar para ler Rosa Negra, o segundo volume dessa trilogia e que contará a história da Roz.

Críticas a esse livro? Sinceramente, eu não tenho muitas, apenas senti que o romance entre Stella e Logan foi do ódio ao amor muito rápido e que o ato final, por assim dizer, foi solucionado com agilidade e as coisas ficaram um pouco óbvias. No mais, o livro é leve e foi escrito de maneira fluída, por isso é mais que recomendado para quem gosta de histórias com uma boa dose de drama e de romance. Só não posso recomendá-lo a quem gosta de histórias de terror por que apesar de ter uma assombração na trama, Dália Azul não faz parte dos livros assustadores e sim dos que nos fazem suspirar por ter um romance delicioso de se ler e muitas perspectivas para descobrir a verdadeira história da família Harper.


A paixão irradiava dela, encontrando e igualando-se à dele. E ele queria dar-lhe mais, e receber mais, e simplesmente afogar-se naquilo que davam um ao outro. O cheiro dela o enchia como a sua própria respiração. Murmurou o nome dela, saboreando-o e explorando-o como se estivem explorando um ao outro. E havia mais, descobriu, mais do que ele esperara. Pág. 253

Playlist:

Miles Davis – Stella by Starlight


--- Isabelle Vitorino ---

6 comments

DAYANA ARAÚJO 13 de março de 2013 18:30

Adorei a resenha,muito boom!

http://diariodeumasonhadora2.blogspot.com.br

Rosana Apolonio 14 de março de 2013 09:13

Acredita que nunca li nada da Nora Roberts? Curiosidade é o que não falta, já que a maioria das pessoas a elogiam muito. Contudo ainda não tive oportunidade... Espero que ela surja uma em breve, já que eu fiquei apaixonada pelo enredo dessa história e muito curiosa para saber mais a respeito da Noiva Harper. ;)

Vinícios Costa 14 de março de 2013 11:53

Apesar de ser um romance, estou pensando seriamente em ler esse livro porque gosto de histórias amorosas "diferentes", digamos assim.
Só queria saber uma coisa: há alguma cena entre o "confronto" da Stella com a Noiva? Seria legal ver alguma cena do tipo.. kkk

Isabelle Vitorino 14 de março de 2013 12:02

Há várias cenas entre as duas Vinny. Desde confrontos reais quanto através dos sonhos. A batalha final das duas, então? Acontece de maneira, realmente, surpreendente.

Acredito que você vá gostar da leitura! ^^

Beijos!

Vanessa Joma 14 de março de 2013 19:01

Eu já li vários livros da Nora, mas sinceramente este não é meu preferido, mas como sou teimosa, vou continuar lendo até o ultimo!!!

Vinícios Costa 15 de março de 2013 12:52

Pronto! Mais um para a minha lista HAHAHA
Beijos ;)

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.