Resenha: Um Homem de Sorte por Nicholas Sparks

Um Homem de Sorte é um dos melhores livros, se não for o melhor, do Nicholas Sparks (nem sempre o NS acerta, mas isto é história para outra resenha). Está conclusão veio depois de uma leitura muito, mas muito agradável. O livro é repleto de tudo que eu amo; suspense, amor, drama e um final inesperado. Leiam a resenha para entenderem melhor o quero dizer.

Título: Um Homem de Sorte
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Páginas: 349
Ano: 2011
“Mas não estava em outra época e lugar, e nada daquilo era normal. Trazia a fotografa dela consigo há mais de cinco anos. Atravessou o país por ela.” “Era estranho pensar nas reviravoltas que a vida de um homem pode dar. Até um ano atrás, Thibault teria pulado de alegria diante da oportunidade de passar um fm de semana ao lado de Amy e suas amigas. Provavelmente, era exatamente isso de que precisava, mas quando elas o deixaram na entrada da cidade de Hampton, com o calor da tarde de agosto em seu ápice, ele acenou para elas, sentindo-se estranhamente aliviado. Colocar uma carapuça de normalidade havia-o deixado exausto. Depois de sair do Colorado, há cinco meses, ele não havia passado mais do que algumas horas sozinho com alguém por livre e espontânea vontade. (...) Imaginava ter caminhado mais de 30 quilômetros por dia, embora não tivesse feito um registro formal do tempo e das distâncias percorridas. Esse não era o objetivo da viagem. Imaginava que algumas pessoas acreditavam que ele viajava para esquecer as lembranças do mundo que havia deixado para trás, o que dava à viagem uma conotação poética. prazer de caminhar. Estavam todos errados. Ele gostava de caminhar e tinha um destino para chegar.

Logan Thibault era um fuzileiro naval em missão no Iraque quando, no meio do deserto, encontrou a foto de uma bela jovem. No início tentou devolvê-la, mas após alguns dias sem obter sucesso passou a levá-la com ele, sem saber direito o por que. Ao carregar a foto consigo, Logan passou a ser um sortudo de primeira, ganhando partidas de poker e escapando da morte inúmeras vezes. Mas se para ele tudo não passa de um acaso, seu melhor amigo, Victor, acha que a foto é uma espécie de amuleto da sorte. E cinco anos depois Logan está cruzando os Estados Unidos atrás da jovem fotografada para tentar retribuir o que ela fez por ele – mesmo sem saber exatamente o quê – tendo como única companhia seu cachorro Zeus. Cinco meses após começar a caminhada, Logan chega a Hampton e, enfim, conhece Elizabeth.

É a partir dai que história de Um Homem de Sorte começa a ganhar seus conflitos e problemas. A história vai se desenvolvendo tão fluidamente que nem reparamos o tempo passar (Adoro quando isto acontece). A relação de Logan e Elizabeth vai ficando cada vez mais forte e apaixonante, mas nem tudo é perfeito. Elizabeth já foi casada com Keith Clayton, como quem teve seu filho Ben, o único laço que os mantem próximos, porem para Keith ainda existe alguma coisa entre ele e Elizabeth. E é claro que ele fica com ciúmes da relação entre Logan e Elizabeth, e usará a influencia de sua família para tentar impedir o amor do casal.

Se você já leu mais de três livros do Nicholas Sparks você sempre vai ter aquele sentimento de familiaridade entre os livros, por que eles são sim bastante parecidos. Mas não sei dizer qual o segredo de Nicholas que faz com que mesmo com as semelhanças, cada livro seja diferente. Uns são muito bons outros nem tanto. Ainda bem que Um Homem de Sorte se encaixa na seleção dos muito bons.



O único problema de Um Homem de Sorte é ele ser tão rápido. Mas nada que tire o brilho deste ótimo livro. Em um capítulo, mais por o final, temos o problema e poucos capítulos depois ele está resolvido, temos muitas emoções e ele acaba. Mas como já falei nada que tire o brilho e paixão da obra. Alias que capitulo final foi aquele, quase tive uma overdose de adrenalina, e o epílogo nem se fala. Se estiver procurando por uma obra muito gostosa de ler, você encontrou. Um Homem de Sorte.

P.S.: Comentem, quem sabe não rola um promoção!


--- Jackson Fernandes ---

16 comments

Dany 19 de novembro de 2012 17:55

Amei a resenha!!!
Faz tempo que quero ler esse livro, e o Nicholas escreve tão bem *-*
Ainda não vi o filme tbm, mais uma amiga minha que vi disse que é muito bom.
E tão bom ler um livro que flui bem, a história passa e a gente nem vê. Amo o jeito que o Nicholas escreve e entendo quando vc disse que tem uma certa familiaridade nos livros.
Bjos...

Amor de Livros 19 de novembro de 2012 21:34

Acho que eu estou de férias dos romances do Nicholas Sparks... Não gostei do último que li =(

Clara Beatriz 19 de novembro de 2012 21:44

Fiquei muito curiosa para ler este livro, se não me engano tem o filme também, sou louca para assistir e ler o livro

Jadi Soares 20 de novembro de 2012 00:18

Acho que o Nicholas não errou neste livro,ao contrário,acho que foi um dos melhores livro que li dele.Ja li vários livros dele e amo os livros.Este livro,ele usou a medida certa para prender o leitor á ele,sem precisar ter drama demais.
sou super fã dele.
ainda nao pude assitir o filme, mas tou super ansiosa.
bjim

Paula Camargo 20 de novembro de 2012 08:45

Ah que estória linda desse livro,apesar dos livros de NS ter sempre os mesmos moldes,as estória em si conseguem ser lindas a sua maneira,infelizmente NS começou a lançar vários livros e não pude acompanhar todos os lançamentos,uma pena!

http://llivroseletras.blogspot.com.br/

Cassia 20 de novembro de 2012 21:26

Gente quantos livros do Nicholas Sparks foram lançados esse ano?Tipo muitos não to conseguindo acompanhar...
Mais achei super bacana a resenha de "Um Homem de Sorte"

XOXO

Amanda.. 20 de novembro de 2012 22:53

Gostei bastante da resenha, já havia ouvido falar bastante deste livro, devido a uma amiga que leu, viu o filme e tal.. ficou apaixonada.. ainda não li e seria legal uma promo..
Nicholas é muito bom.. \0/

Manu Hitz 21 de novembro de 2012 09:27

Adoro o Mr. Sparks. Gosto de ler seus livros entre duas leituras mais densas, como um descanso, onde posso suspirar e me emocionar sem que exija muita atenção minha.
Achei esse livro bem convidativo, quero ler sim. Ótima resenha!

Manu Hitz 27 de novembro de 2012 16:46

Sparks, meu querido Sparks. Até tem livro dele que não achei lá essas coisas, mas sempre são momentos de suspiros, de paixão, emoção... quando quero dar um tempo na leitura mais cabeça, mais reflexiva, pego um Sparks e me apaixono novamente.
Adorei essa indicação, ainda não li.

Jessica Lisboa 27 de novembro de 2012 19:12

Own (*-----*) não vejo a hora de ler esse livro (foi esse livro que saiu em adaptação no cinema? nunca sei), acho que em todos os livros dele eu choro ('-'). Enfim quero esse livro na minha estante.

Bruna 6 de dezembro de 2012 15:37

Adorei sua resenha.
Tenho muita com vontade de ler um livro deste autor, todos falam tão bem, quem sabe esse não será o primeiro...
Já assisti o filme que fizeram deste livro e gostei, mas como o livro é sempre melhor, mal vejo a hora de ler.
Beijos

Mirelle Candeloro 6 de dezembro de 2012 16:22

Confesso que NS não é meu autor favorito, tenho um pouco de relutância pelo fato dos livros dele serem mto tristes. Até hoje só li A última música e amei, mas tb chorei mto.
Agora vc me deixou com mta vontade de ler esse. Vou torcer pra ganhá-lo na promoção.. hehe BJss

Jessica 10 de dezembro de 2012 09:55

eu amo o autor e a resenha muito bem escrita

Jessica 10 de dezembro de 2012 09:56

belo

Daniele Nhasser 29 de dezembro de 2012 00:02

Nicholas Sparks sempre será o rei autor , divo literario capaz de nos fazer viajar e se emocionar com suas estorias .

Linda resenha esse livro promete , espero em breve poder ler

Beijos

Jéssica Caroline 31 de dezembro de 2012 01:11

ah eu sou apaixonada pela historia do ns, eu ainda não li esse mas pretendo ler o mais breve possivél

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.