Resenha: Tudo Que Ela Sempre Quis por Barbara Freethy

Para quem não sabe, eu adoro livros de suspenses e não poderia ser diferente com “Tudo que ela sempre quis”, simplesmente adorei o livro. Com pintadas de mistério e suspense o livro narra uma historia em que o ingrediente principal é a amizade.

Título: Tudo Que Ela Sempre Quis
Autor (a): Barbara Freethy
Editora: Novo Conceito
Ano: 2012
Páginas: 320
Ela era a melhor amiga deles, ou assim eles pensavam — até anos mais tarde, quando seus segredos os levam a uma perigosa busca pela verdade sobre quem ela realmente fora... e por que morrera...
Dez anos atrás, em uma festa louca, a linda e estonteante Emily caminhava para sua morte, deixando seus três melhores amigos e suas "irmãs" — Natalie, Laura e Madison — devastados. Nenhum deles esquecera aquela noite — ou o papel que cada um teve na morte de Emily, a culpa que os persegue e a perda que ainda sofrem.
Agora, um escritor desconhecido entra na lista dos livros mais vendidos com um romance similar à história deles. Quem é ele? Como ele sabe os detalhes íntimos de suas vidas? E por que ele está acusando um deles como assassino? Quando eles começam a desvendar a verdade sobre a amiga em comum, irão redescobrir um amor que ela perdeu há muito tempo e descobrir segredos que vão mudar sua vida para sempre...

O livro começa contando a história de Natalie, uma médica que está prestes a terminar sua residência para poder atuar na carreira que sempre sonhou. Ela é uma pessoa bem solitária, focada em seus estudos e trabalho. Mas sua vida muda quando um misterioso livro intitulado Fallen Angel é publicado e em pouco tempo se torna um best-seller. O problema com o livro é que ele não trás uma historia de ficção como diz, todos os fatos e acontecimentos são partes do passado de Natalie e suas amigas, Madison e Laura, que envolve a morte sua melhor amiga Emily. E para complicar ainda mais, a morte de Emily, no livro, não foi um acidente mais sim um assassinato, e a maior suspeita é a Natalie. Agora ela fará de tudo para descobrir a verdade e tentar lembrar o que aconteceu naquela noite que mudou sua vida por completo.

Natalie é a personagem principal, mas a narrativa em terceira pessoa também acompanha os outros personagem. O que é bom pois não ficamos cansado de ver só aquele determinado ser. rsrsrsrsrsrs 

Natalie matou mesmo Emily? Se não foi ela, quem foi? Quem é o autor do livro e como ela sabe tanto sobre a vida das quatro fantásticas (nome que Emily deu para o quarteto antes de morrer)?... Estás são apenas algumas das perguntas que encheram a sua cabeça durante a leitura.

Li em algumas resenhas que “Tudo que ela sempre quis” era muito parecido com “Pretty Little Liars”, eu simplesmente discordo disto, pode até ser que a procura por um assassino e descobrir quem estar por trás dos segredos revelados se aproximem bastante, mas este livro é muito mais maduro do que PLL que e voltado para o publico mais jovem. E os dilemas e complicações em “Tudo que ela sempre quis” são bem mais adultos.

Narrado em terceira pessoa, Barbara Freethy nos mostra uma escrita fluente e rápida que vai fazer você devorar o livro em menos de 24 horas, mesmo com seu tamanho mediano. E a trama é super bem desenvolvida, e não deixa furo algum na historia e também não deixa aquela sensação de que algo só foi introduzido para criar conflito, tudo na historia tem um proposito.

Os personagens são bem desenvolvidos e realistas. Com sentimentos, caráter e pensamentos próprios. Barbara Freethy é uma ótima escritora e estou muito curioso para ler outros livros dela (tomara que a novo conceito lance mais livro dela).

Se você gosta de livros de suspense e mistério com certeza você deve ler “Tudo que ela sempre quis”. Você não se arrependerá.


--- Jackson Fernandes ---

13 comments

Fellipe 1 de julho de 2012 13:22

Estou super curioso para ler esse livro, porque já vi outros coments também que dizem que ele é mesmo bem escrito e que tem um bom mistério!
O fato de os personagens serem bem criados e realistas só melhora mais o livro e também gostei do fato de ter a visão de vários personagens!

Rosana Apolonio 1 de julho de 2012 19:42

Um bom mistério sempre me deixa presa à um livro, e eu adoro quando os autores mesclam vários gêneros e faz uma história totalmente gostosa de se ler.
Parece que esse atende bem aos meus gostos, fiquei com muita vontade de lê-lo.
=D

Josi Souza 2 de julho de 2012 11:33

Mistério, simplesmente a melhor coisa do mundo. Me deixam louca, espero poder ganhar o livro na promoção aqui no seu blog.
O livro parece ser muito bem escrito pelo que minha amiga me falou e ótimo ela simplesmente ficou encantada e querendo mais.
Estou louca pra ler esse livro e também ir em busca da verdade :D

Niii 2 de julho de 2012 16:32

Eu comprei esse livro no sábado passado e estou namorando ele na minha estante. Vai ser um dos próximos que irei ler. A novo conceito está arrasando nos lançamentos.

Adorei a resenha.

Bjs
Niii
http://amordelivros.blogspot.com.br/

Jenice Franca 5 de julho de 2012 14:34

Engraçado que pela capa e pelo nome não dá a impressão de ser um suspense.Gostei desse fato deles não serem tão óbvios.Eu, assim como você, amo suspense e todos os dilemas que este tipo de narrativa faz.Sua resenha me deixou curiosa...fiquei com vontade de ler,pois este livro não tinha me despertado um grande interesse.
Abraços

Mariana Guimarães 10 de julho de 2012 21:42

Estou super curiosa para ler esse livro, porque já vi outros comentários e dizem que ele é muito bem escrito a capa é linda tem rosa minha cor favorita <3

Anna Cristina 11 de julho de 2012 15:48

Adoreeeeei sua resenha.. Quero muuuuuuito esse livro! Espero ganhar .. Beeeijos ;*

Jadi Soares 12 de julho de 2012 18:01

Realmente, a capa engana. Quase não combina com a sinopse! Ao ver a capa relaciono com praia, felicidade, conquistas etc etc. Ai leio a sinopse e me deparo com mistérios, mortes e suspense! Mas, tanto pela capa, pela sinopse e pela resenha, me interessei em ler o livro, parece ser bem legal! Adoro!

Samira Chasez 17 de julho de 2012 23:43

Já faz um tempinho que estou afim desse livro...
E concorro a ele nos blogs, mas nunca ganho ele..
não tenho sorte mesmo!!
Amei a resenha que tu fez dele..

Samira Chasez 27 de julho de 2012 02:13

Quero muito ganhar esse livro... =/

Yara Luana 24 de setembro de 2012 20:36

Eu terminei de ler o livro hoje! Eu gostei da história sim, e achei os personagens foram muito bem estruturados. Porém achei a escrita muito falha. Esperava diálogos menos óbvios. Fora isso, achei o livro ótimo.

Natalia Brandalise 1 de abril de 2013 18:27

Adorei o livro, realmente a história é envolvente do inicio ao fim. Levei um dia para ler todo este, pois a minha curiosidade sobre a morte de Emily era muito grande, então não consegui parar de ler....super recomendo ;)

Natalia Brandalise 1 de abril de 2013 18:33

Adorei o livro, realmente a história é envolvente do inicio ao fim. Levei um dia para ler todo este, pois a minha curiosidade sobre a morte de Emily era muito grande, então não consegui parar de ler....super recomendo ;)

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.