20 de dezembro de 2015

Comic Resenha: Star Wars – Academia Jedi por Jeffrey Brown

O universo Star Wars é extremamente rico e pronto para ser explorado. Jeffrey Brown já provou em outros livros que é capaz de tocar até os fãs mais durões da saga, com "Star Wars - Academia Jedi" não foi diferente, pois mais uma vez ele conseguiu fazer um trabalho digno de ser lido por qualquer jovem padawan.

Título: Star Wars – Academia Jedi
Série: Star Wars – Academia Jedi #1
Autor: Jeffrey Brown
Editora: Aleph
Ano: 2015
Páginas: 176
Onde comprar: Saraiva | Submarino
O jovem Roan Novachez está ansioso! Agora que terminou a escola primária, tudo o que ele deseja é se juntar aos amigos na Academia de Pilotos. Mas seus planos vão por água abaixo quando ele descobre que foi rejeitado por essa escola e convidado a participar da “Academia Jedi”. Agora, sob a tutela do mestre Yoda e cercado por aliens, robôs e outros Jedi, Roan vai enfrentar todos os desafios comuns à idade, além de aprender diversas lições importantes, como utilizar a força, duelar com seu sabre de luz e o mais difícil: dançar com uma garota.


Roan acabou o primário e o seu maior sonho é ir para a Escola Secundária Academia de Pilotos, assim como, fizeram o seu pai, o seu irmão mais velho e tantos outros antepassados seus. Ia ser demais pilotar todas aquelas naves sobre as quais lia no Catálogo Trimestral Yuzzum de Tecnologia de Naves Espaciais e explorar todos os cantos do universo. Ele mal podia se conter de ansiedade enquanto a sua carta de aceitação não chegasse. Mas será que ela chegaria mesmo? Hun... Pelo jeito havia sim a possibilidade dele não ser aceito, afinal, a única carta que ele recebeu foi uma dizendo que ele havia sido rejeitado e que deveria ir para a Academia de Agricultura Tatooine. Logo ele que não conseguia manter nenhum pé de feijão vivo...


Desolado pelo futuro que tanto planejou ter sido destruído, ele não consegue se animar mesmo que tente encarar as coisas pelo lado bom. Entretanto, sua vida deu um giro de 360º quando recebeu uma carta da Academia Jedi convidando-o a estudar com eles. Ele não sabia muito sobre o que era ser um Jedi, mas achou que isso deveria ser bem melhor do que passar o dia inteiro tirando poeira de suas roupas. Determinado a encarar essa oportunidade, ele parte para o planeta Coruscant. Ao chegar lá, ele percebe que mais do que ter que sobreviver às comidas (que o encaravam antes dele devorá-las!), ele teria que se abrir a novas amizades, ignorar as pessoas que não mereciam a sua atenção, mas principalmente, ouvir os conselhos do Yoda e acreditar na sua Força.


Jeffrey Brown já tinha me surpreendido sobremaneira com os livros “Darth Vader e Filho” e “A Princesinha de Vader” dada a sagacidade com que ele tem em colocar personagens de um universo tão conhecido e explorado como Star Wars em situações que os leitores nunca haviam visto. Fazer isso direcionado a um público que não nasceu acompanhando o frênesi de uma das maiores sagas cinematográficas que temos, é algo realmente espantoso e porque não, cativante. Em “Star Wars – Academia Jedi”, ele nos presenteia com um protagonista extremamente divertido e encantador, com um talento artístico invejável, Roan nos mostra detalhes de sua vida através do seu diário pessoal que está repleto de relatos sobre o quão apavorante pode ser enfrentar um destino que jamais se imaginou percorrer.


O seu primeiro ano no secundário é cheio de percalsos. Ele tem que lidar com milhares de coisas que o fazem ficar inseguro, como a sua dificuldade em desenvolver as habilidades mentais necessárias para ser um Jedi, bem como, a sua paixão por uma colega de classe muito esperta. O autor trabalha bem a questão do bullying, e traz em uma passagem memorável com o mestre Yoda dando conselhos a respeito do tema. As situações que ocorrem com o personagem são próprias de alguém de sua faixa etária (entre 7 e 8 anos), por isso, os adultos que forem ler esse livro devem ter em mente que não veremos cenas semelhantes às que são proporcionadas em séries como “Legends”.


Sendo o primeiro de uma série, “Star Wars: Academia Jedi” possui uma edição muito rica, já que temos vários formatos sendo explorados nela. Há tirinhas, cartazes, páginas de diários, cartas, fotografias e muitos recursos que tornam a experiência de leitura algo incrível. Foi fácil me deixar levar por essa história, tanto que no final, estava pedindo por mais aventuras de Roan e dos seus colegas de academia. Mal posso esperar para ter o próximo volume em mãos para desfrutar dessa jornada extraordinária proposta por Jeffrey Brown.

Forte em você a Força é. Pág.17

--- Isabelle Vitorino ---

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.



ATUALIZAÇÕES DO INSTAGRAM