Resenha: Longe Demais por Jennifer Echols


Quando peguei Longe Demais da estante aquele medinho de ficar decepcionada começou a me atacar, afinal, expectativas não faltavam depois que eu li Como Fui Esquecer Você (para ler a resenha dele clique aqui), mas logo nas primeiras páginas me identifiquei com essa história de tema impactante e de personagens cativantes.

Título: Longe Demais
Autor (a): Jennifer Echols        
Editora: Pandorga
Ano: 2010
Páginas: 240
Tudo o que Meg sempre quis foi fugir. Fugir do colégio. Fugir da sua pacata cidade. Fugir de seus pais, que pareciam determinados a mantê-la presa em uma vida sem futuro. Mas, em uma noite louca envolvendo trilhos de ferrovia proibidos e desafiadores, ela vai longe demais... e quase não consegue voltar. John escolheu ficar. Para impor o cumprimento das leis. Para servir e proteger. Ele desdenha da rebeldia infantil e quer ensinar a Meg uma lição que ela não esquecerá tão cedo. Mas Meg o leva ao limite ao questionar tudo o que ele aprendeu na academia de polícia. E quando ele a pressiona para saber porque ela não se prende a nada, a resposta os levará a um caminho sem volta...


Meg é uma garota rebelde que mal pode esperar pelo momento em que finalmente poderá sair da cidade e se livrar da vida tediosa que vem levando, contudo, as coisas não são tão chatas assim para ela, já que sempre consegue um jeito de testar os seus próprios limites sem se importar com o perigo ao qual se expõe, mas foi em uma dessas aventuras que ela se meteu em uma enrascada de grandes proporções e acabou sendo presa pelo policial John After junto com mais três “amigos”. Entretanto, John não está para brincadeira e decide dar uma lição nos garotos irresponsáveis e transgressores da lei que não valorizam a vida e formula um projeto com o intuito de que eles aprendam com seus erros e vejam que se continuarem a seguir pelo caminho da irresponsabilidade eles não chegarão à lugar algum. Mas o que nenhum deles esperava, principalmente Meg e John, é que uma semana de castigo é tempo suficiente para pesar escolhas, atitudes e conceitos... bem como, se apaixonar perdidamente.

Essa resenha quase não sai, não sei porque, mas fiquei travando na hora de escrever, creio que isso aconteceu porque fazem cerca de um ano que eu o li e desde então, eu li outras centenas de livros e acabei esquecendo um pouco da história, por fim, acabei lendo algumas partes do livro para me situar melhor (risos) e trazer pra vocês um pouquinho mais da escrita dessa autora incrível que tem um dom maravilhoso de contar histórias para jovens adultos com muito romance e com muitos temas polêmicas, porque sim pessoal, o livro dela tem conteúdo, já que diferente de alguns histórias bem previsíveis do tipo “garota encontra garoto, ambos se apaixonam e vivem felizes para sempre”, Echols traz para o universo jovem, enredos bem escritos e com uma carga dramática que conseguem fazer com o que leitor reflita sem tornar essa tarefa chata como se ela estivesse dando uma lição de moral em alguém, pois uma das suas características predominantes é a sutiliza da escrita que faz com que nós nos sintamos incluídos na sua história sempre de um modo verdadeiro e profundo.

Engraçado é que há algo raro nas minhas leituras, mas que acontece constantemente comigo quando se trata dos livros desta autora é o fato de eu sempre me identificar com os personagens principais masculinos, não sei porque pessoal, mas a maioria das “mocinhas” dela são chatas e irresponsáveis de um modo que me faz querer chacoalhá-las e mandá-las parar de pôr as mãos nos ouvidos e cantar “lálálá” como se não houvesse amanhã, embora que não é nada que chegue ao extremo a ponto de querer largar o livro, é mais como se eu me sentisse chateada pelas atitudes delas e pela cegueira que as fazem não enxergar o óbvio. Nesse livro principalmente, eu cheguei a ficar boquiaberta com a quantidade de julgamentos precipitados da Meg, assim como, a falta de tato que ela tem com o John, já que apesar de saber as coisas que o incomodam ela continua fazendo tudo que ele detesta só para irritá-lo. Entretanto, de todos os modos foi divertido vê-los no impasse e no jogo de conquista e ciúmes que sempre acontecia entre eles, a única coisa que realmente me decepcionou nessa história foi o final, gente, eu virei a página e continuei a procurar o restante da história porque  para mim não era possível entender como a autora conseguiu manter um clímax durante todo o livro só para dar aos leitores um final realista, é claro, mas morno, muito morno para um casal como John e Meg.


Longe Demais é um livro direcionado ao público adolescente, mas que com certeza pode ser lido por pessoas de qualquer idade, com personagens rebeldes a sua maneira, o enredo traz ao leitor a sensação de que às vezes nossas piores escolhas podem trazer algo de positivo para nossa vida se cada um fizer dos seus erros uma lição definitiva de que nós podemos mudar sempre.



– Você está apaixonado por aquela garota morta.

Ele abaixou as mãos.

– Ah, qual é, Meg – gritou. – Porque tudo tem que girar em torno disso?

– Exatamente. Por quê?
[…]– Você me fez lembrá-la naquela primeira noite na ponte – ele disse. – É só isso. Você já nem se parecia com ela quando eu te contei. E agora você não me faz lembrar ninguém – ele fechou os olhos e respirou fundo, juntando coragem, antes de me dizer: – Estou apaixonado por você. Pág. 208

Playlist:

Phil Collins – Look Through My Eyes (quem já leu o livro vai entender porque…)

P.S. Dessa vez deixei os links das músicas direto do youtube para caso alguém queira escutar, vocês preferem assim ou só os nomes das músicas mesmo?

--- Isabelle Vitorino ---

19 comments

Khrys Anjos 12 de setembro de 2012 08:20

Gosto desses livros com temática adolescente. Só fiquei triste em saber que o final desse livro te decepcionou. Espero ter a oportunidade de lê-lo em breve mas farei isso sem aquela expectativa de uma grande história.

Um leve bater de asas para todos!!!!!!!!!

Fabi 12 de setembro de 2012 08:59

Prefiro finais mornos e realistas do que "felizes para sempre".Nunca li nada desta autora,mas me interessei depois de ler sua resenha.
Bj

Amanda.. 12 de setembro de 2012 10:55

Nossa que resenha em...
eu queria o livro exatamente agora que acabei de ler.
E eu prefiro as musicas assim, já com o link.

Janaina Barreto 12 de setembro de 2012 11:01

Oi, Isabelle! ^^

Então... eu nunca li nadinha da Jennifer Echols. rs Eu acredito que, depois de ter lido alguns comentários bem ruins sobre os livros, não são histórias que vão me conquistar, sabe? Um ponto negativo, ao meu ver, é o fato de ter personagens femininas fracas e bobas. Eu detesto isso! Claro, gosto de personagens humanas, que tem seus medos... Mas se são birrentas, carentes e chatas, ai é demais pra mim. rs

Enfim, gostaria sim de ler algo da autora, para saber como ela escreve (é sempre bom conhecer novos autores, afinal), mas não é uma prioridade, no momento.

PS: saber que um casal que podia ter um final "tudo" tem, na verdade, um final "quase nada", meio que acabou me desanimando de vez! haha

Beijo ;*
@jana_keanuloka

It girls 12 de setembro de 2012 11:36

Fiquei feliz em saber que a história é legal, pois estava pensando de comprar este livro, mas tava meio em dúvida.

profanofemino.com

Alessandra 12 de setembro de 2012 12:37

Nossa Isabelle, não acredito que eu não conhecia essa autora. Tu falou tão bem dela, que me senti louca para conhecer.
O livro também me pareceu interessante, mesmo que tu tenha lido ele há um bom tempo,conseguiu passar muito bem a tua opinião sobre ele.
Apesar de tu ter dito que o final é morno, acho que deve ser válido só pelo fato de ser algo proximo a realidade, q poderia ser vivido por qualquer pessoa fora do livro.

E dane-se se é livro pros adolescentes, eu também quero ler hehhehehe

Jadi Soares 12 de setembro de 2012 15:47

Ah, não li nenhum livro da Jennifer. Mas como esse livro é uma história entre duas pessoas numa cidade pequena, bem, acho que eu gostaria de lê-lo. Gosto de histórias assim. É muito chato quando a revisão peca em excesso. Às vezes desanima de ler haha.
bjim

Samira Chasez 13 de setembro de 2012 23:29

Adorei a sua resenha e com certeza vou querer muito ler esse livro, mas se você gostou tenho certeza que vou gostar também..

Constantino Tarouco 13 de setembro de 2012 23:30

Gostei da sua resenha, mas esse livro não faz muito o meu genero .. Mas, pareceu ser bom

Leticia Tavares 13 de setembro de 2012 23:32

Parabéns pela resenha estava muito boa, eu ainda não li esse livro, mas já conhecia essa autora e ela é muito bom.. E depois de ler a sua resenha vou ler o livro.

Leticia Tavares 13 de setembro de 2012 23:33

Parabéns pela a resenha.. Ainda não tinha lido esse livro, mas já conhecia essa autora e ela é muito boa.. E depois de ler a sua resenha vou ler com certeza esse livro.

Jessica Lisboa 16 de setembro de 2012 13:41

Nunca li nenhum livro dessa autora, mas com a resenha ja me identifiquei muito com a personagem com certeza esse livro vai pra minha lista,
Ps: AMEI a Playlist!!!!

Fernanda Mendonça 16 de setembro de 2012 18:32

óóó!!!

Quero ler esse livro! *O*

Odeio romances, isso é um fato. Mas esse parece ser tão fofo!!!

Quem nunca conheceu uma adolescente rebelde? (ou quem nunca foi, por um periodo de tempo? AUISHAIUSHAUISHAUIHS)

Vou procurar os outros livros da autora tbm \õ/

Rosana Apolonio 17 de setembro de 2012 12:05

Eu ainda não li nenhum livro dessa autora, mas pelo que li das suas resenhas as histórias são muito boas e bem desenvolvidas, creio que vou gostar da escrita dela. E por falar nisso, adorei o playlist! Agora que você colocou os links ficou melhor ainda, continue fazendo assim, thanks!-hahaha-
;)

Paula Camargo 18 de setembro de 2012 12:50

Bom!

Já li livros dessa autora e gostei,são estórias mais genericas e assim sendo muito faceis de se identificar,parece um livro de leitura leve e viciante!
E eu prefiro o link da musica meeesmo ! adoorei

Fernanda Reis 19 de setembro de 2012 10:47

Eu me interessei muito pelo livro!
A primeira coisa que chamou minha atenção foi a capa, que é de uma delicadeza e beleza simples, o que sempre me agrada.
Depois li sua resenha e tenho certeza que é o tipo de livro ao qual vou me identificar e provavelmente acabar me apaixonando.
Eu me decepciono um pouco (talvez muito) quando o final do livro não é o que eu espero, ou não é do mesmo nível do livro, mas é bom saber que assim eu me preparo! Rsrsrs.
Ótima resenha, Isa!
Beijos,
Fernanda Reis

Amor de Livros 24 de setembro de 2012 11:53

Eu estou louca para ler os livros da Jennifer Echols, mas eu não encontro o livro por um preço acessível. Já faz uns 2 meses que eu estou procurando pois as resenhas são ótimas e atraem.

bjs
Niii
http://amordelivros.blogspot.com.br/

Diziano Machado da Conceição 28 de setembro de 2012 13:53

Nao conhecia essa autora, mas parece que e muito boa. GreenDay na playlist ficou 10. Nao faz meu genero mas parece que é possivel aprender bastante com o livro. Abraços...

Anônimo 15 de março de 2013 21:06

Hi excellent blog! Does running a blog like this require a massive amount work?
I have very little knowledge of coding but I had been hoping to start my own blog soon.

Anyways, if you have any ideas or techniques for new blog owners please share.

I understand this is off subject nevertheless I just had to
ask. Thank you!

my web page: aaa join special

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.