Resenha: Charlotte Street por Danny Wallace

Charlotte Street, de Danny Wallace, não é propriamente um romance, é mais que isso, é um livro sobre a vida – suas dificuldades e alegrias. É uma história sobre destino, sobre seguir seus sonhos, sobre cair e ter força para levantar, e é claro, sobre o amor nas suas mais distintas formas.

Título: Charlotte Street
Autor: Danny Wallace
Editora: Novo Conceito
Páginas: 400
Ano: 2012
Tudo começa com uma garota... (porque sim, sempra há uma garota...) Jason Priestley acabou de vê-la. Eles partilharam de um momento incrível e rápido de profunda possibilidade, em algum lugar da Charlotte Street. E então, em um piscar de olhos, ela partiu deixando-o, acidentalmente, segurando sua câmera descartável, com o filme de fotos completo... E agora Jason — ex-prodessor, ex-namorado, escritor e herói relutante — se depara com um dilema. Deveria tentar seguir A Garota? E se ela for A garota? Mas aquilo significaria utilizar suas únicas pistas, que estão ainda intocáveis em seu poder... É engraçado como as coisas algumas situações se desenrolam...

Jason Priestley (não é aquele ator de Barrados no Baile) é um ex-professor com um ex-relacinoamente complicado. Durante uma caminha na Charlotte Street, Jason ver uma mulher abarrotada de bolsas tentando entrar em um taxi, e com todo seu cavalheirismo ele lhe ajuda, mas quando o taxi vai embora Jason ver que acabou ficando com a máquina descartável da mulher e com um pensamente que não consegue tirar da cabeça; “E se ela for ‘A Garota’?”.

Está e a premissa do livro, e é ela que faz a história caminhar, mas não só encima dela o livro vive há vários outros conflitos, como a ex-namorada de Jason, Sarah, que está noiva e gravida, e isso cria bons conflitos alguns engraçados e outros meio forçados, também tem o seu trabalho como freelance do London Now, que leva Jason a conhecer a personagem mais complicada e carismática de toda a história, Abbey. Outro personagem legal é o Matt, que fez falta durante parte da história (o autor poderia ter explorado ele mais, né!?). Sobre o Jason eu posso dizer que não gostei muito dele, porem não sei explicar porque, talvez por pura implicância minha? Sei lá! Rsrsrsrsrs Eu gostei do Dev, amigo/colega de apartamento do Jason, ele é meio louco e personagens assim sempre me agradam.

Todo o livro é narrado em primeira pessoa (talvez seja mais um dos motivos para eu não ter gostado muito do Jason) o que deixa a história uma pouco complicada. Eu achei que algumas palavras não concordavam (ortograficamente) e acabava me fazendo voltar para ler novamente o paragrafo, não sei dizer se é uma característica da narração ou se foi puro descuido da revisão, eu só sei que isso atrapalha um pouco, mas nada que me fez larga a leitura, pois Charlotte Street encanta o leitor até a sua última página e tem tudo para ser o próximo best-seller da editora Novo Conceito.


 
Não sei o que há nesta caixa de plástico pequena, nem sei se algum dia saberei. Este é o problema. Eu poderia saber; eu poderia abri-la, analisar seu conteúdo e saber de uma vez por todas se há alguma... Esperança nela. Pág. 14

--- Jackson Fernandes ---

13 comments

Samira Chasez 27 de agosto de 2012 15:46

Oi...

Adorei o livro principalmente pela a maneira como tu apresentou ele, me pareceu tão convidativo que estou doida para ler... Queria ter o dom das palavras como você tem... =/

Constantino Tarouco 27 de agosto de 2012 16:15

Eu li a tua resenha e achei o livro muito interessante, e estou inclinado a comprar para ler. Adoro livros narrados em 1° pessoa, acho muito mais interrante que outro tipo de narrador..

Leticia Tavares 27 de agosto de 2012 16:32

Eu ainda não tinha lido nada sobre esse livro, mas depois de ler a sua resenha, que está muito boa, e assitir o Book trailer eu fiquei muito curiosa em relação ao livro, pois, achei que ele deve ser maravilhoso.

Jenice Franca 27 de agosto de 2012 18:40

Eu quero ler este livro,apesar de achar a história um tanto clichê , acho que o livro pode ser promissor como você mesmo aposta.Enfim, vou anotar a dica ,pois um romance que encanta é sempre uma boa pedida .Aliás, toda boa história de amor que se preze tem que ser clichê,né? rs

Abraços

Jadi Soares 27 de agosto de 2012 21:04

Eu não imaginava que seria assim a história de Charlotte Street .
Parece ser ser bom, mas não me conquistou muito apesar de você dar a perceber que é um livro engraçado e inteligente. Se um dia cair nas minhas mãos leio sem problema algum .
A história pode ser divertida, mas personagem que viaja demais acaba cansando a leitura.
Vamos ver o que vou achar quando eu ler, né? rs
bjim

Diziano Machado da Conceição 28 de agosto de 2012 09:39

Eu prefiro livros que não são em primeira pessoa, e se for romance, não tão extenso. A história parece muito legal principalmente se ele decidir ir atrás dela pois daí terá todo aquele mistério de encontrá-la. Ou não? Deve ter muitas ídas e voltas. Abraços...

Fellipe 28 de agosto de 2012 21:38

Esse livro parece ser tão bom! Gostei bastante dessa premissa e fiquei feliz em saber mais sobre ele agora lendo a primeira resenha que vi dele!
Adoro personagens loucos e sei que gostaria desse colega de quarto dele também hahaha
Só uma pena essas palavras que não se concordam, mas espero que não atrapalhe muito!

Amor de Livros 30 de agosto de 2012 17:31

Eu comecei a ler esse livro na semana passada e não consegui mais pegar no livro por falta de tempo. =-(


Mas não gostei muito do modo como é a escrita.

Bjs
Niii
http://amordelivros.blogspot.com.br/

Jessica Lisboa 30 de agosto de 2012 22:19

Quando vi a capa desse livro ja começei a amar o autor e tambem lembro de ter achado mega fofa a sinopse d livro, ou seja logo de cara ja amei o livro. Quando a editora lançou o book trailer fiquei encantada (sou fascinada por Londres) .Os personagens me parece ser bem carismatcos, e o livro nao é tao grande assim.
Ps: Gostei da resenha.
Ps²: Muito linda a frase abaixo do trailer

Paula Camargo 31 de agosto de 2012 10:23

A primeira vista este livro não me chamou muito atenção! Mas devo confessa que a capa é linda :D

Anna Cristina Amaral Rocha 31 de agosto de 2012 12:40

Oii! Parece ser um otimo livro.. gostei muito da resenha, mais um pra minha lista haha assim eu vou falir.. ela ja esta ENORME!

Beeijos ;*

Kazake 31 de agosto de 2012 20:45

Todos histéricos pelo livro UHSUAHSUAHSUAHS enfim, gostei, parece um romance perfeito ><

EricaMarts 31 de agosto de 2012 23:21

A sinopse não me chamou muita atenção minha. O problema da 1° pessoa é que se o protagonista for uma mala estraga a história por mais que pareça boa. Ainda não sei se quero ler ele.

Bye

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.