Séries de TV: The Walking Dead

O que você faria se tivesse que viver em um mundo onde a população foi encurralada? Em um mundo onde os mortos, estão vivos?

Título: The Walking Dead
Ano: 2010 - Presente (Em Andamento)
Criadores: Frank Darabont
Elenco: Andrew Lincoln, John Bernthal, Sarah Wayne Collies, Laurie Holden, Jeffrey DeMunn, Steven Yeun, Chandler Riggs, Norman Reedus, Lauren Cohan.
Episódios: 35
Temporadas: 3
Gênero: Drama, Terror.
O mundo que conhecíamos não existe mais. Uma epidemia de proporções apocalípticas varreu o mundo fazendo os mortos levantarem e se alimentarem dos vivos. Em questão de meses, a sociedade se desintegrou. Em um mundo dominado pelos mortos, somos forçados a finalmente começar a viver. Baseado na série de quadrinhos de Robert Kirkman, essa série centra-se no mundo após um apocalipse zumbi, no qual um grupo de sobreviventes é conduzido pelo policial Rick Grimes (Andrew Lincoln) em busca de um local seguro para viver.


Amy, Shane, Gleen, Lori, Carl, Rick, Dale e Andrea
Rick é assistente de xerife de uma pequena cidade do interior dos Estados Unidos, com uma vida tranquila, seus maiores problemas são encontrados no seu casamento com Lori, mas tudo isso muda quando após uma perseguição policial ele se fere gravemente e entra em coma. Alguns meses depois, Rick acorda no hospital e se vê sozinho em um mundo completamente destruído e desolador, sem saber o que fazer, ele vaga pela cidade em busca de respostas que são parcialmente saciadas quando ele encontra alguns sobreviventes, contudo, o que ele descobre não é muito animador, pois além de ter que sobreviver aos zumbis, ele ainda terá que tentar encontrar a localização exata da sua família que sumiu como todo o restante da população de sua cidade. 

Quando se fala em zumbis, meu termômetro de desconfiança se eleva ao nível máximo. Apesar de ter tido uma ótima experiência com Sangue Quente de Isaac Marion (livro que eu irei resenhar para vocês um dia), eu não vejo densidade no tema o suficiente para se sustentar durante muito tempo, quanto mais por uma série inteira. Mas como eu bem pude aprender tanto neste livro que eu citei, quanto na série, é que na verdade zumbis, assim como qualquer outro ser sobrenatural, podem e devem ser considerados como uma analogia a nossa sociedade que passa os dias resmungando, que não vê nada além daquilo que deseja e principalmente, que enxerga o mundo como um local onde tudo se extrai e nada de útil se devolve (essa descrição te lembra alguma coisa?).

Uma das cenas mais angustiantes da 1ª temporada
Uma das coisas que mais me surpreenderam na série foi a forma como os personagens se destacam por uma característica específica, ao longo da série podemos notar quem é o bonzinho, o vilão, o chato, o preconceituoso, o machista, o inseguro, o infantil, mas isso não é feito de forma com que eles pareçam serem caracterizados de uma forma negativa, pelo contrário, é através disso que nós podemos nos identificar com cada um deles e ir paulatinamente descobrindo quais são os medos e anseios de cada um. Rick, por exemplo, que é o personagem principal, começa com atitudes dúbias e burras, se ele não fosse o principal eu não apostaria muitas fichas nele, mas ao decorrer dos episódios ele vai se mostrando muito forte e nós acabamos por nos acostumar com sua natureza pacífica e firme que compõe a personalidade ideal para um bom líder. Porém, se eu tivesse que apostar em alguém na corrida pela vida, eu apostaria em Glinn (que é o meu personagem predileto) por ter um coração bom que contrapõe com sua esperteza. Mas não é só isso, os outros personagens também tem muita garra dentro de si, como também, muita deslealdade, eu ainda não me conformo com certas atitudes do Shane e da Lori, e por conta dessas atitudes, eles são os personagens que eu menos gosto e que eu mais torço para que se deem mal. Apesar  de ainda faltar alguns meses para estreia da terceira temporada, eu sinto que muitas alianças serão quebradas e que mais explicações serão fornecidas a cerca de como o Apocalipse Zumbi começou. Quero ver só os desafios que serão impostos nesta temporada para os sobreviventes (ansiosa!)...


Com um enredo envolvente, The Walking Dead vai conquistando aos poucos por ter como qualidades, personagens marcantes e um drama bem elaborado. Mesmo que em alguns momentos a série pareça desanimadora (principalmente o primeiro episódio da primeira temporada), vale a pena ser perseverante e continuar assistindo, pois tenho certeza que assim como eu, vocês vão gostar dessa série que agrada a todos aqueles que procuram uma história com conteúdo e muito terror.


Playlist:

Metallica - Enter Sandman (Música da minha banda predileta! <3)

--- Isabelle Vitorino ---

8 comments

Samira Chasez 12 de julho de 2012 23:14

Bah...
Eu amo essa série...
E esses dias vendo numa dessas livrarias me deparo com o livro que inspirou a série... Eu ia comprar, mas como tenho muitos livros que comprei que ainda não li.. E vou ler alguns antes de comprar mais.. =/

Rosana Apolonio 13 de julho de 2012 11:28

Eu acredito que para assistir TWD tem que ter muito estômago, viu? É impossível não sentir vontade de vomitar em algumas cenas. Mas também a série é muito boa, concordo com você, principalmente quando diz que Glinn é seu personagem favorito! Ele é o meu também.
=D

P.S. Metallica é perfeito!

Jenice Franca 13 de julho de 2012 11:47

Oi,Isabelle!

Sabe que eu também desconfiança em relação a tudo que envolve o mundo zumbi? Comecei assistir esta série ao aos poucos fui gostanto.A caracterização dos personagens zumbis é sempre impressionante, digno de Hollywood mesmo. E a trama é bem elaborada ,sim . Ao meu ver , se na primeira temporada os destaques foram para os Zumbis no decorrer da série a gente vai motar cada vez mais a natureza humana...que muitas vezes é mais temível que a dos zumbis.Este fato vai se ainda mais evidenciado na terceira temporada.

Abraços e bom fim de semana!

Lu 13 de julho de 2012 13:26

Oi,

eu ainda não assisti nenhum episódio dessa série, mas tenho bastante curiosidade. Acredito que vou gostar da série, parece ser bem legal.

beijos.

Fellipe 13 de julho de 2012 17:24

Eu tenho bastante curiosidade para ler essa série, mas mais que curiosidade eu tenho preguiça já que já tem duas temporadas e a terceira estar por vir!
Tenho curiosidade por esses personagens cativantes e um drama legal que reflete as coisas que fazemos hoje, isso é algo muito bom para uma série ser legal!

Jadi Soares 14 de julho de 2012 18:28

Nunca assisti um ep. da série, só assistia o finalzinho, pois ficava esperando o começo de American Horror Story.
Não sei se ia conseguir dormir depois de assistir essa serie. kkkkkkk
Mas varias pessoas elogiam, e acho que pra quem gosta desse estilo de serie é relamente uma otima opção.
bjim

Leandro Souza 15 de julho de 2012 00:13

Gosto demais da série.
Agora ela pode ser bem parada de vez em quando.
Gosta de mostrar muito o drama vivido por eles e ação que é bom, nada.
Mas, eu gosto, acho que esse é o diferencial dela. Coisas com zumbi comendo gente já tem aos montes. Ela trabalha mais o lado dramático do mundo nesse tempo.

Diziano Machado da Conceição 24 de agosto de 2012 13:56

Realmente é ótima a série.
Concordo plenamente com o Leandro tinha que ter mais ação.
Também estou aguardando ansiosamente pelos desafios da nova temporada.

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.