Resenha: Um Amor para Recordar por Nicholas Sparks

Fazia um bom tempo que este livro estava aqui na minha estante e toda vez eu passava um livro na frente dele, e agora estou completamente arrependido de ter feito isto. É simplesmente o livro mais comovente do Nicholas Sparks, e faz jus a frase que acompanha o título na capa do livro.

"Esta é a minha história – e prometo contar tudo.
No início você vai sorrir e, depois, chorar – não diga que não avisei."

Título: Um amor para recordar 
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Ano: 2011
Páginas: 188
Quando tinha dezessete anos, a vida de Landon Carter mudou para sempre. Isso foi há quarenta anos, quando ele se viu diante de um impasse que pode ser catastrófico para um rapaz dessa idade: arrumar uma companhia para o baile de formatura. Landon já havia namorado uma garota, Angela, mas antes das férias daquele verão ela o havia trocado por um rapaz mais velho e com um carro mais bonito. Não que Landon não tivesse dinheiro. Era filho de um dos únicos políticos da pequena Beaufort, na Carolina do Norte, tinha uma bela casa, um carro e frequentava com os pais os melhores restaurantes da cidade. Mas naquele ano, não tinha mais nenhuma opção feminina para acompanhá-lo ao baile em honra aos ex-alunos da escola.
Todas as mais bonitas já haviam sido convidadas e só lhe restavam as que usavam óculos de fundo de garrafa ou as de língua presa. A última esperança era encontrar alguém no álbum de retratos dos alunos da escola. Foi lá que encontrou Jamie Sullivan. Depois de resistir por quase uma hora, folheando o livro de trás para frente, Landon teve de dar o braço a torcer e aceitar que Jamie era sua opção mais razoável, a não ser que quisesse ficar servindo ponche e limpando as poças de vômito nos banheiros, que era o que os rapazes desacompanhados acabavam fazendo nos bailes.

London Carter é um jovem rico, filho de um deputado com quem não se dar muito bem. E isto desperta uma pequena rebeldia nele. Razoavelmente popular London e seus amigos adoram falar mal e caçoar dos outros estudantes. Isto inclui qualquer pessoa que não faça parte de seu grupinho, até mesmo a doce e amável Jamie Sullivan, filha do pastor local.

Química ou Teatro? London estava na dúvida de que aula escolher, e como não era muito bom em cálculo, decidiu por teatro e pensou que iria passar o tempo todo sentado sem fazer nada, mas ele estava erado e nem imaginava que sua vida iria mudar completamente. London foi escolhido para fazer o papel principal da peça e agora ele estava envolvido com a “esquisita” filha do pastor. O que seus amigos achariam disto? Era o único pensamento de London quando pensava na peça.

Por conta do destino (sempre o destino. rsrsrs) London fica sem par para ir ao baile, desesperado ele decide convidar Jamie, que aceita, mas com um pequeno acordo; ele não poderia se apaixonar por ela.

"- Eu adoraria ir com você - ela disse, finalmente - mas com uma condição.
Eu me indireitei, esperando que não fosse algo constrangedor demais.
- E o que é?
- Você tem que prometer que não vai se apaixonar por mim."

Para mim está é a melhor historia do Nicholas Sparks e nós conseguimos sentir que ele cravou sua marca no livro. O tema principal do livro não é o amor como muitos pensam, mas sim a fé e o que ela pode fazer para mudar uma pessoa.

Se você já assistiu o filme não deixe de ler o livro onde todas as emoções e conflitos dos personagens são melhores explorados. “Um amor para recordar” consegue tirar risadas e lágrimas do leitor, e com toda a certeza eu recomendo que vocês leiam.


Avaliação: ÓTIMO

--- Jackson Fernandes ---

12 comments

Josi Souza 2 de julho de 2012 10:56

Nossa isso acontece direto comigo, ir passando livro na frente e depois me arrepender amargamente.
O livro me pareceu ter uma leitura interativa que te chama a toda hora.
Espero ter a Oportunidade de ler.
Beijinhos

Niii 2 de julho de 2012 16:30

Os livros do Nicholas Sparks sempre me comovem. Esse eu não tenho tanta vontade de ler, pois já assisti o filme e eu sou uma pessoa muito chata quanto a isso. Mas o estilo dele me contagia. Eu sempre passo um livro na frente do outra, mas dessa vez fiz promessa... rs
Só vou comprar quando terminar de ler a maioria dos meus.
BJs
Niii
http://amordelivros.blogspot.com.br/

Rosana Apolonio 2 de julho de 2012 17:46

Já vi o filme inúmeras vezes e o resultado é sempre o mesmo, choro muito! Ainda não li o livro, mas com certeza esta na lista de desejados.
=D

Fellipe 2 de julho de 2012 22:11

Eu já li esse livro e gostei bastante também, a história é mesmo bem comovente e mostra muito o lado da fé, uma das melhores histórias do Sparks!

Virginia de Oliveira 3 de julho de 2012 18:05

Já li o livro e assisti o filme e os dois são maravilhosos, a história é linda e emocionante.

Jenice Franca 5 de julho de 2012 14:55

Oi, Jackson!

Para mim o tempo que a gente leva para tirar um livro da estante não importa, o que não pode acontecer é deixá-lo cair no esquecimento e isso você não fez.

Eu sou fã do Nicolas.Ele sempre nos faz emocionar com suas histórias e que infeliz,ente nem sempre rendem bons roteiros cinematográficos. Gostei muito também de O melhor de mim.

Abraços

Jadi Soares 9 de julho de 2012 22:11

Com certeza esse é o livro e filme, mas amocionante de toda a historia. A primeira vez que assiti foi em 2007, mas assiti msm por indicação d evarias pessoas que quando ouviam que eu dizia que nunc atinha assitido esse filme ficam até em choque. kkkk
Depois que assisti fiquei apaixonada nao so pela historia do filme, mas tbm pelo livro e pelo escritor. E até hj todo livro que lança dele eu saio logo correndo para as livrarias para compra-los.
bjim

Samira Chasez 10 de julho de 2012 19:38

eu me apaixonei por esse filme, sendo que já vi mais de 10dias... Comprei o livro, mas infelizmente nunca tive a oportunidade de ler.. Pois, a minha lista só aumenta e o meu dia não tem 48h.. =/

Mariana Guimarães 10 de julho de 2012 21:17

Caramba essa história é linda. ainda lembro o quanto chorei em TODAS as vezes que vi o filme. é uma história muito bonita e ao mesmo tempo muito triste.
Amei sua resenha estou com muita vontade de ler agora parabéns.

vitoria silva 13 de julho de 2012 16:42

É a melhor historia dele, na minha humilde opinião. Por que as historias que ele anda escrevendo agora não me dão vontade de ler, geralmente abandono o livro no meio o que de fato sinto pena pois ele era um dos meus autores preferidos.

Samira Chasez 28 de julho de 2012 14:05

O filme nos envolve a querer conhecer mais a história..

Jadi Soares 29 de julho de 2012 23:36

Assisti o filme novamente hoje. Eu li o livro faz um tempo já, alias devorei…quando li já tinha assistido o filme e encontrei muita coisa diferente, mas não tem como não se emocionar e gostar do filme e com certeza o livro é um dos meus favoritos do Nicholas, depois de Querido John *-*

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.