É Filme: Garota Infernal



Hoje é dia de falar sobre filmes, e como não poderia ser diferente trouxe para vocês um filme super comentado e que desperta a curiosidade de muita gente, e que posso dizer com toda a sinceridade do mundo, me surpreendeu bastante (mas não de maneira positiva).

Titulo: Garota Infernal
Titulo original: Jennifer’s Body
Lançamento: 2009 (EUA)
Direção: Karyn Kusuma
Atores: Megan Fox, Amanda Seyfried, Johnny Simmons, Adam Brody, J. K. Simmons, Kyle Gallner, Chris Pratt, Genevieve Buechner.
Duração: 102 min.
Gênero: Fantasia, Comédia, Terror.
Devil's Kettle é uma pequena cidade dos Estados Unidos, onde vivem Jennifer (Megan Fox) e Needy (Amanda Seyfried). As duas são amigas desde a infância e estão sempre juntas. Um dia, Jennifer chama Needy para ir a um bar local, onde tocará uma nova banda de rock. Só que, durante o show, um grande incêndio faz com que vários dos presentes morram. As amigas conseguem escapar, assim como os músicos. Ainda em estado de choque, Jennifer recebe o convite do vocalista para que conheça a van da banda. Apesar dos avisos de Needy, ela aceita o convite. Já em casa, Needy está ao telefone com Chip (Johnny Simmons), seu namorado, quando ouve um barulho estranho. Logo ela percebe que Jennifer está em sua casa, toda ensanguentada e vomitando um líquido estranho. A partir de então ela passa a agir de forma estranha, por vezes arrogante e desprezando os mortos no incêndio. Consciente de que é objeto de desejo dos garotos da escola, ela passa a atraí-los para depois devorá-los, literalmente.

Jennifer e Needy são amigas desde a infância, com uma amizade onde proteção e lealdade andam lado a lado, elas são tão diferentes quanto se pode ser. Jennifer é bonita e popular, com o título de líder de torcida ela faz sucesso na escola com todos os garotos que sonham em ter uma oportunidade com ela, e com todas as meninas que sonham em ser como ela. Ao mesmo ponto em que Needy é a nerd e esquisita da escola que todos adoram zoar, por vezes chamada de lésbica, ela namora com Chip, um garoto tranquilo e que gosta muito dela. Contudo, a amizade de ambas está prestes a ter uma reviravolta, pois logo após um show num pequeno bar, onde um acidente trágico mata várias pessoas e elas conseguem sair com vida, eventos estranhos envolvendo Jennifer começam a acontecer. Needy, preocupada com o que tinha acontecido naquela fatídica noite passa a observar a amiga com mais atenção e pesquisar sobre as prováveis causas do aparente surto dela. Porém, ela não estava preparada para descobrir a verdade, tão pouco, para as consequências que aquelas revelações trariam para a sua vida.

Para mim sempre é difícil fazer uma resenha quando uma história causa em mim o que Garota Infernal causou, principalmente porque sei que muitas pessoas irão discordar de mim terminantemente pelos nomes envolvidos nesse filme, mas eu prefiro optar pela sinceridade a sair pela tangente e deixar de expressar o que eu realmente penso. E é por isso, que para ser bem simples e direta eu vou começar dizendo logo o que achei do filme: péssimo.

Garota Infernal é um filme cuja história foi escrita com a pretensão de ser de comédia e de terror, mas confesso que ambas as coisas não podem ser encontradas nele. Durante as quase duas horas, o longa me fez ter vontade de desistir várias e várias vezes, se não fosse a minha perseverança tenho certeza que vocês não estariam lendo essa resenha. Creio que o que mais me aborreceu nele foi o fato da história se repetir durante muito tempo e a falta de inovação estar às claras a todo o momento, em poucas palavras posso dizer que o filme conta a história de uma garota que devora meninos e que tem poderes (Jedi), nele não há um romance convincente, não há o prometido humor negro, muito menos o terror. Os personagens tem uma personalidade enfadonha, principalmente a Needy e o seu namorado, a única personagem que se salva é Jennifer, por conseguir manter uma linha de personalidade bem condizente com suas atitudes, mas não é nada espetacular, ela é só mais uma menina egoísta que quer que o mundo gire a sua volta sempre (mais do mesmo). 

O que salvou o filme do desastre total foram as atuações e a trilha sonora, no que tange a primeira, achei a Megan simplesmente incrível, ela estava linda e conseguiu bem incorporar a personalidade da Jennifer, assim como Amanda, que convenceu ao aparecer como nerd e logo depois como "a justiceira" (ela estava muito parecida com Carrie do filme Carrie a estranha, principalmente na cena do baile), ambas foram sem sombras de dúvidas, perfeitas nas suas atuações. Já no que se refere à trilha sonora... Bom, ela é incrivelmente perfeita. Para quem gosta de música, assim como eu, vale super a pena dar uma verificada nas músicas desse longa!


Se você não se importa com os pontos apresentados por mim nesta resenha, tão pouco, com o fato de que provavelmente você estará perdendo o seu tempo ao assisti-lo, Garota Infernal é um filme que deve ser encarado como diversão nos dias de ócio e não como algo maior, como era pretendido pelos produtores.


Playlist:

Placebo - Because I Want You


--- Isabelle Vitorino ---

10 comments

Niii 3 de julho de 2012 08:17

Ahhhh eu gostei desse filme. Eu sempre pegava ele do meio para o final... Acho que umas 4 vezes e depois só que assisti do começo, mas eu gostei e eu acho a Megan maravilhosa, linda, perfeita!!!! A Amanda eu não acho ela nem bonita, agora o meu namorado acha ela perfeita! hahaha
Que pena que vc não gostou do filme. =-(
Bjs

Paula Camargo 3 de julho de 2012 10:29

Ah assisti esse filme uma vez só,e com muito sacrificio! Não gostei também não :(! Achei um filme muito vago e ficou claro que os produtores se perderam na estória

Rosana Apolonio 3 de julho de 2012 20:27

Sou apaixonada por filmes de terror e fiquei bem empolgada quando vi o título e a sinopse, mas lendo sua resenha tenho certeza que não vou gostar do filme. Odeio essas histórias que tem tudo para ser mais um besteirol americano.

Fellipe 4 de julho de 2012 20:34

Enquanto você ia descrevendo o filme eu fui me animando, mas quando chegou na parte da sua opinião a animação despencou, não vou perder meu tempo assistindo ele!

Jenice Franca 5 de julho de 2012 15:03

Concordo com você em partes. O filme realmente não é bom e achei uns efeitos que teve na personagem da Jennifer dignos de filmes B. O único ponto que não concordo muito é em relação a atuação da Megan Fox, para mim ela sempre repete os papéis ...um pouco fútil, um pouco esnobe. Não sei...ela não me convence,mas talvez seja implicância minha.Já a atuação da Amanda achei crível.

Abraços

Jadi Soares 9 de julho de 2012 22:13

Todo mundo diz que ri com o filme e tals, ma seu fiquei até com um pouco de medo. Apesar do filme ser realmente beeeem fraquinho, achei até que não tao ruim. Ainda nao li o livro, mas depois de asistir o filme tbm nem tive curiosidade em le-lo.

Samira Chasez 10 de julho de 2012 19:36

Esse filme eu amei.. E vou ainda algum dia comprar o livro... Pq adoro comprar livros dos filmes que eu adoro...

Mariana Guimarães 10 de julho de 2012 21:25

Eu assisti esse filme e não gostei nem um pouco serio e nem foi pela atuação dos atores mas pela história em si :S

vitoria silva 13 de julho de 2012 16:35

Quando assisti esse filme eu gostei do jeito da megan fox, é claro que não é um filme que estimule muito sua inteligencia, mas para passar uma tarde monotona é ótimo.

Leandro Souza 15 de julho de 2012 00:19

É, esse filme é tenso ao extremo. Acho bem sem graça e bem sem terror. KKKK não recomendo.

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.