Resenha: A Última Música por Nicholas Sparks

Título:  A Última Música
Editora: Novo Conceito
Ano: 2010
Páginas: 400
Aos dezessete anos, Verônica Miller, ou simplesmente Ronnie, vê sua vida virada de cabeça para baixo, quando seus pais se divorciaram e seu pai decide ir morar na praia de Wrightsville, na Carolina do Norte. Três anos depois, ela continua magoada e distante dos pais, particularmente do pai. Entretanto, sua mãe decide que seria melhor para os filhos passarem as férias de verão com ele na Carolina do Norte. O pai de Ronnie, ex-pianista, vive uma vida tranquila na cidade costeira, absorto na criação de uma obra de arte que será a peça central da igreja local. Ressentida e revoltada, Ronnie rejeita toda e qualquer tentativa de aproximação dele e ameaça voltar para Nova York antes do verão acabar. É quando Ronnie conhece Will, o garoto mais popular da cidade, e conforme vai baixando a guarda começa a apaixonar-se profundamente por ele, abrindo-se para uma nova experiência que lhe proporcionará uma imensa felicidade – e dor – jamais sentida. Uma história inesquecível de amor, carinho e compreensão – o primeiro amor, o amadurecimento, a relação entre pais e filhos, o recomeço e o perdão – A ULTIMA MÚSICA demonstra, como só Nicholas Sparks consegue, as várias maneiras que o amor é capaz de partir e curar seu coração. 

Oi pessoal, hoje trago para vocês a resenha deste livro, que é simplesmente um dos melhores livros que já li. Um história comovente, que me fez molhar os olhos (não acredito que admite isso em público, rsrsrs), mas não e só sobre o amor entre um casal que é retratado no livro, mas também o amor e a amizade entre pai e filhos.

Em A Última Música o autor Nicholas Sparks nos apresenta em cada capítulo a vida dos personagens, Marcos, Steve, Will e especialmente Ronnie. Uma garota mau humorada, vegetariana, revoltada com a vida e o mundo, e que culpa seu pai pela separação da família, ela não fala com ele há três anos e jurou que jamais voltaria a tocar piano. Também não tem um relacionamento muito bom com a mãe, as duas só fazem discutir. Vive em festas, já foi acusada de roubo e é completamente rebelde. A partir disso, sua mãe decide que Ronnie e seu irmão Jonah, tem que passar o verão com o pai, em uma cidade que nada de interessante acontece e onde diversão é pescar, brincar na lama e vigiar ninhos de tartarugas. Contudo, é vivendo essa realidade que Ronnie conhece Will e vê sua vida mudar em pouco tempo.

Como já falei anteriormente, essa é um história comovente, cheia de amor, perdão e de segundas chances. Querido John é ótimo, mas A Última Música é mais que ótimo... é surpreendente! A pesar do clichê de "garota revoltada", Ronnie é uma das personagens mais engraçadas do livro, mas Will e Jonah não ficam por baixo e também conseguem cativar.

E o filme, quem já assistiu? Eu achei o filme também muito bom e acho que só não me emocionei mais lendo o livro por que já tinha visto o filme antes de ler e já sabia o que estava para acontecer na história, mas apesar disso, a leitura desse livro foi uma experiência incrível.


Trailer do Filme:




Quem ficou com vontade de ler? Então participar da promoção do Kit do livro.



8 comments

Luka 8 de outubro de 2010 08:48

Esse livro é tãããão lindo ! Chorei horrores rsrsrs
Adorei sua resenha .

Bjs
Luka.

Jackson Fernandes 8 de outubro de 2010 08:52

OBRIGADO LUKA!!! ;D

Rayana 8 de outubro de 2010 13:58

Quero taaaanto ler esse livro! E só depois vou ver o filme! XD
Adorei a resenha.. e eu não conto que você ficou com os olhos molhados! HAHAHA

Italo _correa 9 de outubro de 2010 12:49

To lendo Querido John e tbm tem o caso do relacionamento com o pai, assim como A Última Música,tbm quero ler muito esse.Ainda num vi o filme, quero primeiro ler o livro pra depois ver o filme. Bora ver se ganho uma terceira promoção aqui no Mundo dos Livros. =D
o/

Ana Paula 20 de outubro de 2010 21:07

Vi o filme da adaptação e mal posso esperar para juntar a grana para comprar o livro... *O*

Fellipe 12 de julho de 2012 16:59

Tenho bastante vontade de ler esse livro, gosto desse clichê de garota rebelde, pois sempre leva a várias cenas engraçadas e empolgantes hahah
Só fico com medo do final, porque estamos falando do Sparks né...

Samira Chasez 19 de julho de 2012 21:38

Comprei o livro porque o autor era o Nicholas Sparks pois, detestei o filme talvez o livro seja melhor...

Jadi Soares 24 de julho de 2012 22:00

esse livro ensina a dar valor as pessoas que temos próximos de nós, amigos,familiares... E o amor é capaz de curar as feridas mais doloridas que possamos sentir. Todos os livros do Nicholas passam uma mensagem e isso e oq mais admiro, pq tem livros que sao legais mas vazios quanto a isso e os dele, sempre, sempre sao perfeitos.
O filme e mt lindo, e quase "missao impossivel" nao chorar. Gostei da interpretação da Miley, achei perfeita!

Postar um comentário

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre.

- Caso tenha uma pergunta deixe seu e-mail abaixo que respondo assim que o comentário for lido.

- Caso sua mensagem não tenha relação com o post, envie para o e-mail.